Mais uma vez, as vendas de carros 100% elétricos triplicaram na comparação ano a ano.

Quase encerrando um ano difícil, o mercado automotivo europeu continua lutando. Em outubro, as vendas caíram 7% na comparação ano a ano para 1,13 milhão de unidades de acordo com o levantamento da consultoria JATO Dynamics.

Na contramão dessa queda, as vendas de carros eletrificados - (elétricos, híbridos e híbridos plug-in) - aumentaram 153% na comparação ano a ano para 302.587 (ou cerca de 26,8% do total, em comparação com apenas 10% de participação um ano atrás), que pela segunda vez está ligeiramente acima dos carros a diesel.

Galeria: Volkswagen ID.3 (2020) - teste

As vendas de carros totalmente elétricos, em particular, aumentaram 197% ano a ano, para 71.800. Junto com os híbridos plug-ins, o time dos eletrificados registraram cerca de 148.000 emplacamentos. A categoria de híbridos (não plug-ins) também está se expandindo muito rapidamente, pois os fabricantes precisam reduzir a emissão média de suas frotas o máximo possível.

  • Elétricos e híbridos plug-in: cerca de 148.000 e cerca de 13% de participação de mercado
  • Híbridos: cerca de 154.000 e cerca de 14% de participação de mercado
  • Total de eletrificados: 302.587 (aumento de 153% ano a ano) e 26,8% de participação de mercado
imagem_externa
imagem_externa

Vendas de carros plug-in na Europa - outubro de 2020

O carro elétrico mais vendido em outubro foi o novo Volkswagen ID.3 (10.590 - nos 27 principais mercados da Europa e 10.475 nos 20 principais países). O ID.3  foi o terceiro em seu mês de estreia em setembro. Foi também o único modelo de plug-in a emplacar acima de 10.000 em outubro.

"O crescimento foi impulsionado por novos lançamentos, incluindo o Volkswagen ID.3, que registrou 10.590 unidades na Europa-27. Tornando-se o carro elétrico mais vendido do continente e ficando em 29º no ranking geral, o Volkswagen ID.3 deve muito de seu sucesso para empresas e frotas, com mais da metade desses registros vindo de compradores nessas áreas."

O segundo melhor Renault ZOE registrou 9.778 unidades. O melhor do resto foi o SUV Hyundai Kona Electric (5.261). O Tesla Model 3 nem apareceu na lista dos 10 mais vendidas desta vez.

Confira abaixo as listas dos modelos nas principais categorias (plug-ins limitados à Europa-20):

imagem_externa

De acordo com o relatório, o Grupo Volkswagen foi o principal player do mercado europeu em outubro, com 25% de participação no segmento de eletrificados e 29% no segmento EV. Ter várias marcas e modelos começa a fazer a diferença.

Felipe Munoz, analista global da JATO Dynamics, comentou:"Semelhante à demanda vista pelo Tesla Model 3, o Volkswagen ID.3 é mais um exemplo de como o apetite por carros elétricos competitivos e cheios de estilo continua crescendo dia a dia".

Como resultado, o Grupo Volkswagen se tornou o maior produtor europeu de VEs em outubro, compreendendo 25% dos registros de mercado. Curiosamente, o fabricante alemão obteve uma maior participação de mercado no BEV (29%). Munoz continuou: "O Grupo Volkswagen está alcançando seus rivais em ritmo acelerado, em parte devido à sua forte presença na Europa do Norte e Central, onde o apetite por VEs continua a crescer."

Galeria: Renault Zoe 2020 - fotos de estúdio