A transmissão continuamente variável para modelos de emissão zero permite o uso de motores compactos e mais eficientes

Líder mundial de componentes automotivos, a Bosch tem muito interesse nos carros elétricos e nas oportunidades que a nova mobilidade oferece. Seja oferecendo serviços ou com uma nova transmissão continuamente variável desenhada especificamente para veículos com emissões zero que, na grande maioria dos casos, não têm uma caixa de câmbio real.

Chama-se CVT4EV e visa maximizar a versatilidade dos sistemas de propulsores movidos a bateria: tem dimensões compactas e vem em um kit completo que pode se adaptar a carros diferentes em porte e desempenho.

Galeria: Bosch CVT4EV

Eficiência máxima

O sistema foi projetado para trabalhar na busca contínua do compromisso ideal entre eficiência e desempenho. Através da unidade de controle, ele controla a velocidade de rotação e o torque do motor elétrico e seleciona a melhor relação de transmissão em tempo real: aquela que sempre permite trabalhar nas faixas máximas de potência.

Esta lógica de funcionamento envolve não só uma redução do consumo de energia pelo fato de em todas as situações ser possível explorar a resposta máxima da motorização, mas também permite que os carros elétricos sejam equipados com motores menores, podendo aproveitar seu potencial ao máximo.

Um sistema completo

O novo CVT4EV da Bosch é fornecido juntamente com inversor, motor elétrico e unidade de comando. Este "bloco" será entregue com uma relação adaptada ao veículo no qual será montado. A empresa alemã já identificou as principais categorias de aplicação: de carros esportivos a sedãs de médio porte e veículos comerciais leves.

Entre as vantagens dessa solução está também a fluidez na troca de marchas, que nunca tem interrupção na entrega de potência, como nas elétricos sem transmissão, e a possibilidade de funcionamento do motor elétrico em velocidades geralmente menores em comparação aos carros elétricos tradicionais.