Um enorme crescimento e novos recordes em novembro no maior mercado do mundo

Depois de balançar por alguns meses por conta da crise global, a China está de volta ao jogo com um novo recorde de vendas mensais de carros eletrificados (elétricos e híbridos plug-in). Esperamos bastante tempo - quase dois anos - para ver um resultado melhor do que os 181.000 emplacamentos de dezembro de 2018.

De acordo com o EV Sales Blog, em novembro as vendas ultrapassaram 198.000 unidades, a uma taxa de crescimento massivo de 138% na comparação ano a ano e a alta participação de mercado de 8,6% (7,2% dos 100% elétricos). O mercado geral de automóveis cresceu 12% na comparação anual. 

Galeria: Wuling - Hong Guang MINI EV

As vendas de carros totalmente elétricos, que representam quatro quintos do total de plug-ins, aumentaram 134% na comparação ano a ano, enquanto os híbridos plug-in aumentaram ainda mais - 164% no mesmo período.

Com um mês pela frente até encerrar o ano, a China já ultrapassa 1 milhão de vendas de carros plug-in (mais de 1.043.000) e a participação média de mercado é de 5,9% (4,7% dos 100% elétricos).

Vendas de carros eletrificados na China - novembro de 2020

imagem_externa

Modelos mais vendidos


O Wuling Hong Guang MINI EV é o nº 1 na China agora, com 33.094 unidades vendidas em novembro e 85.766 no acumulado do ano (o segundo melhor).

O Tesla Model 3 também impressiona com 21.606 unidades,incluindo 21.604 (Made in China) e duas unidades importadas. A Tesla já emplacou 116.119 exemplares do Model 3 no país asiático neste ano, o que o torna o elétrico mais vendido em 2020.

Tesla Model 3 - China

Os próximos três melhores no ranking dos 100% carros elétricos para o mês foram: Great Wall Ora R1 / Black Cat ( 9.463 ), BYD Han BEV ( 7.842 ) e Baojun E-Series ( 7.842 ).

Em termos de volume acumulado no ano, a joint venture SAIC-GM-Wuling conseguiu abocanhar 15% do mercado, BYD 15%, enquanto a Tesla está com 12%.

Top 20 carros elétricos:

imagem_externa