100% dos novos veículos comercializados nos mercados-chave da montadora serão eletrificados até o início da década de 2030

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira (27), a Nissan reafirmou seus compromissos ambientais e anunciou uma meta de carbono neutro para 2050. A marca japonesa também disse 100% dos seus veículos vendidos nos principais mercados automotivos globais serão eletrificados em 2030.

Considerando que a Nissan é das montadoras pioneiras em iniciativas de eletrificação e redução de emissões, tais metas não são exatamente ambiciosas. Vale lembrar que o Acordo de Paris prevê neutralizar as emissões no mesmo ano de 2050 e outras montadoras já falam em perseguir objetivos de prazos mais curtos para se tornarem neutras em carbono.

Galeria: Novo Nissan Ariya 2021

Quanto à meta de vender somente eletrificados em 2030, isso significa que a montadora ainda terá carros híbridos (plug-in e convencionais) por um bom tempo antes de avançar com a participação dos modelos 100% elétricos. Vale destacar que o anúncio se refere apenas aos "mercados-chave", ou seja, EUA, Japão, China e Europa. 

De resto, a Nissan promete se dedicar a intensificar as inovações em tecnologias de eletrificação e manufatura para avançar em seu objetivo de neutralidade em carbono, nas seguintes áreas estratégicas:

  • Inovações em baterias, incluindo de estado sólido e tecnologias relacionadas, para desenvolver veículos elétricos mais eficientes e com custos mais competitivos;
  • Expansão do desenvolvimento das motorizações eletrificadas e-POWER da Nissan, para obter maior eficiência em energia;
  • Desenvolvimento de um ecossistema de baterias para apoiar a geração descentralizada de energia, para edifícios com fontes de energia renováveis. A Nissan prevê aumentar a colaboração com o setor de energia, para apoiar a descarbonização da rede elétrica;
  • Inovações nos processos de manufatura, para proporcionar maior produtividade a começar pela iniciativa Nissan Intelligent Factory.
  • A empresa também vai se empenhar para obter maior eficiência em materiais e energia e, assim, dar sustentação às suas ambições de longo prazo em neutralidade em carbono.

"Estamos determinados a ajudar a criar uma sociedade neutra em carbono e acelerar a luta global contra as mudanças climáticas", disse Makoto Uchida, CEO da Nissan. "Vamos continuar expandindo a comercialização de veículos eletrificados em todo o mundo e isso será de grande contribuição para que a Nissan se torne neutra em carbono. Continuaremos a impulsionar a inovação que enriquece a vida das pessoas, enquanto buscamos um futuro sustentável para todos".

Pioneira com o lançamento do Nissan Leaf em 2010, que já vendeu mais de 500.000 unidades no mundo todo até hoje, a marca aposta na força da indústria automotiva para o empenho na redução dos danos climáticos e segue trabalhando em parceria com governos e setor privado para desenvolver infraestrutura e conscientizar o público a respeito dos benefícios dos veículos elétricos.

Galeria: Nissan Leaf comemora 10 de mercado