A gigante de eletrônicos teria encontrado na gigante automotiva chinesa o parceiro ideal para produção e design

Parece que a Xiaomi já decidiu com quem irá produzir o seu carro elétrico. De acordo com algumas fontes que estão diretamente envolvidas no negócio, a gigante chinesa da eletrônica vai contar com o apoio da Great Wall Motors para produzir seu carro com emissão zero.

As fontes, que permaneceram anônimas, deram a informação à Reuters, que acaba de divulgar a notícia, aumentando imediatamente o valor de mercado da empresa em 9%. Melhor ainda para a Great Wall, que saltou 15% na bolsa de valores de Xangai.

Great Wall Ora Good Cat

Carro elétrico para as massas

A Xiaomi contará, portanto, com uma fábrica da compatriota GWM, que já está envolvida com carros elétricos, como pode ser visto na divisão Ora, e junto com ela construirá o carro para estrear no mundo das quatro rodas. Será, como ainda relatam as fontes, um modelo para as massas, em linha com o posicionamento no mercado de smartphones e outros produtos da marca.

Aparentemente a Great Wall, que até agora nunca havia colaborado tão intimamente com outra empresa, não só disponibilizará sua fábrica, mas também prestará consultoria de engenharia, a fim de permitir que a Xiaomi agilize o seu projeto. Por enquanto, tanto a Xiaomi quanto a Great Wall se recusaram a comentar, mas estão prontas para fazer o anúncio em breve. Talvez já na próxima semana.

Portanto, ao menos por enquanto, cai a hipótese de que a Xiaomi estivesse ligada à Huawei para a produção de um carro elétrico. A ideia, difundida por alguns meios de comunicação chineses, previa uma colaboração a médio prazo, visto que a Huawei só poderá entrar no mundo da mobilidade daqui a três anos.

Evidentemente pressionada para fazer sua estreia mais cedo pela crescente concorrência de empresas de eletrônicos que estão se voltando para a mobilidade (incluindo a Baidu, que assinou um acordo com a Geely), a Xiaomi quer chegar lá primeiro. Para tanto, poderá também utilizar as competências que o fundador Lei Jun adquiriu antes de fundar a Xiaomi, tendo participado em inúmeros projetos empresariais de natureza diversa.

Combinando isso com a colaboração com a Great Wall, é provável que o carro elétrico da Xiaomi chegue ao mercado em 2023 e que, como anunciado recentemente, pode estar perto de ser mostrado como um protótipo.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Galeria: Great Wall Euler White Cat