Elektron Quasar de 2,2 milhões de euros promete acelerar de 0-100 em 1,65 segundo e visa o recorde em Nurburgring.

Já ouvimos falar da Elektron Motors em maio passado na apresentação do One, o supercarro turco que será desenvolvido no Motor Valley. O carro, com 1.360 cv, deveria estrear no início de 2023 e ter sido o primeiro a ser vendido, trazendo a nova montadora para sua estreia oficial.

Agora a empresa anuncia que adiou esse lançamento por cerca de 8 meses para abrir espaço para um esportivo ainda mais exagerado. Chama-se Elektron Quasar, possui 2.300 cavalos e tem como objetivo se estabelecer como o carro elétrico de produção mais potente do mundo.

Galeria: Elektron Quasar

Quatro motores e duas transmissões

O Quasar, também previsto para o primeiro trimestre de 2023, será movido por 4 motores elétricos localizados perto das rodas e será puramente elétrico. Ele promete desempenho de deixar qualquer um de queixo caído. O carro deve arrancar de 0 a 100 km/h em apenas 1,65 segundo e atingir uma velocidade máxima de 450 km/h limitada eletronicamente!

O Quasar, com estrutura em fibra de carbono e peso de 1.500 kg, será equipado com duas caixas de câmbio, cada uma delas combinada com um eixo, para otimizar a aceleração e a velocidade máxima.

E tem mais, segundo as palavras do fundador da Elektron Armagan Arabul, "O Quasar deve dar uma volta em Nurburgring em 5'10” 118: isto, pelo menos, obtido a partir de uma série de simulações". Este é um tempo mais de 9 segundos inferior ao cravado pelo Porsche 919 Hybrid, que parou os cronômetros em 5'19"546.

Isso porque os engenheiros que trabalharam no projeto estudaram uma afinação da suspensão que foi feita especificamente para deixar o carro extremamente rápido na pista.

Por enquanto, no entanto, nenhum exemplar ainda foi localizado em testes de rodagem. Por ora, sabemos que a produção da Quasar será de cerca de 99 unidades, que serão entregues aos clientes em um período de 3 anos. O preço inicial? 2,2 milhões de euros (R$ 15 milhões) "mais impostos", com encomendas na plataforma de lançamento.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram