A marca alemã revela o carro elétrico topo de linha, que terá duas versões e autonomia de até 770 km

Eis o novo Mercedes-BEQSenz EQS, o sedã elétrico que, segundo a Mercedes, representa o carro de vanguarda do terceiro milênio. Não que o Classe S esteja destinado à aposentadoria, de fato, ele foi extensamente atualizado em 2020, mas em tempos de carros elétricos, a Mercedes-Benz quer demonstrar suas capacidades no campo de emissões zero.

E alguns números são suficientes para dar a percepção de quão alto a empresa de Stuttgart visou com este carro, que tem 5,21 metros de comprimento e uma bateria de 107,8 kWh (capacidade real). Não é suficiente? Acrescente uma enorme tela de 56" e uma autonomia de até 770 km. 

Galeria: Mercedes-Benz EQS 2022

Aerodinâmica de primeira classe

O Mercedes EQS, antes de tudo, nasceu na plataforma Modular Electric Architecture que estreia com este modelo e foi projetada para carros elétricos de primeira linha e depois deste sedã também servirá como base para a linha EQE (sedã e SUV), previstos para 2022.

Tudo novo, visualmente falando, o Mercedes-Benz EQS mostra muitos pontos em comum com o resto da gama EQ da Mercedes. A grade frontal em preto brilhante e o conjunto de luzes dianteiras, por exemplo, fazem lembrar o EQC e o EQA, embora com elementos de originalidade. Vista de perfil, a carroceria tem a forma clássica de um hatchback um pouco mais esbelto (também lembrando o CLS). Graças a uma série de dispositivos como a forma das entradas de ar dianteiras, o design das rodas, as alças retráteis e a traseira muito cônica, o carro ostenta um Cx de 0,20: um número recorde.

Mercedes-Benz EQS 2022 - externas
Mercedes-Benz EQS 2022 - movimento

Até 770 km de autonomia

Mecanicamente, o carro vem em duas versões: EQS 450+ e EQS 580 4Matic. Ambos têm uma bateria de 107,8 kWh, mas o primeiro tem um único motor na traseira, tração traseira e uma potência de 333 cv, enquanto o segundo tem dois motores, tração nas quatro rodas e uma potência de 523 cv. Os dois Mercedes EQS aceleram de 0 a 100 km/h em 6,2 e 4,3 segundos, respectivamente e ambos atingem uma velocidade máxima (limitada eletronicamente) de 210 km/h.

No que diz respeito ao alcance, a Mercedes diz que a versão mais eficiente, a EQS 450+, pode percorrer até mais de 770 km com a carga completa. Observando o consumo médio declarado pelos dois modelos (20,4-15,7 kWh/100 km para os 450+ e 21,8-17,4 kWh/100 km para os 580 4Matic), a versão mais potente deve ainda assim obter números entre 700 e 720 km.

Mercedes-Benz EQS 2022 - interior e painel
Mercedes-Benz EQS 2022 - interior

Carregamento a 200 kW

No Mercedes EQS, você pode optar por um carregador de bordo de 11 ou 22 kW, e isto afeta o consumo máximo de energia CA. Por outro lado, em corrente contínua, a bateria de 400 volts é compatível com estações de carga rápida de até 200 kW.

Com carregamento rápido, 31 minutos são suficientes para passar de 10 a 80 por cento da bateria. Além disso, como a Mercedes é uma das empresas fundadoras da joint venture Ionity na Europa, o EQS permite a recarga "Plug & Charge" sem a necessidade de autenticação e, durante o primeiro ano, também é gratuito.

Mercedes-Benz EQS 2022 - movimento

Um sedã de tela cheia

A bordo, o elemento mais marcante é a tela curva que percorre todo o painel de instrumentos e abriga várias telas dedicados à instrumentação (atrás do volante), informação e entretenimento (no centro) e funções secundárias que podem ser gerenciadas pelo passageiro (à direita).

Além do efeito visual, o sistema MBUX Hyperscreen traz para a estréia uma nova geração de sistema de entretenimento com assistente de voz evoluído e que é compatível, é claro, com as atualizações over-the-air. Por outro lado, o carro mostra atenção de primeira classe aos detalhes e busca de qualidade, reinterpretando muitos dos elementos típicos dos Mercedes mais recentes (desde saídas de ar tridimensionais) até a forma de certos estofamentos de uma forma bastante original.

O carro chegará ao mercado nas duas versões citadas até o final do ano. Mais tarde, a versão top de linha também chegará: terá 761 cv e muito provavelmente será sob a  marca AMG E Performance.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram