Ritmo acelerado da indústria rumo à eletrificação fez a marca italiana mudar os planos

A eletrificação na indústria automotiva segue em ritmo cada vez mais acelerado e até os fabricantes mais tradicionais, principalmente de esportivos de luxo como a Ferrari, estão revendo os seus cronogramas e adiantando o lançamento de seus carros elétricos.

Claro que a marca italiana ainda irá vender seus carros com motores a gasolina por um bom tempo, mas irá se render à mobilidade elétrica antes do prazo previsto inicialmente. Na prática, a Ferrari irá antecipar o lançamento do seu primeiro carro 100% elétrico, conforme disse o presidente da empresa, John Elkann. 

Galeria: Ferrari SF90 Stradale

O executivo disse aos acionistas na reunião anual de resultados da empresa que a primeira Ferrari elétrica será apresentada em 2025. Vale lembrar que a Ferrari tinha anunciado que a intenção era lançar seu primeiro veículo elétrico após 2025, principalmente por conta da tecnologia de bateria, autonomia e tempo de carregamento não estarem à altura do que a empresa necessitava, mas isso mudou rapidamente e certamente influenciou na nova decisão. 

Além disso, John Elkann destacou que a Ferrari está "muito animada" com os preparativos para a chegada do seu primeiro carro elétrico, que estará dentro de uma estratégia de eletrificação que o executivo destacou que está sendo executada "de forma muito disciplinada".

Em uma nova realidade, a Ferrari anuncia que pretende que 60% dos carros vendidos até 2022 sejam modelos híbridos. A marca italiana deve aproveitar boa parte da experiência acumulada com eletrificação na Fórmula 1 e seus modelos híbridos como a LaFerarri e o SF90 Stradale para desenvolver a primeira Ferrari 100% elétrica. 

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Fonte: HibridosyElectricos