Protótipos do SUV compacto elétrico iniciam testes de rodagem no mundo real

O Porsche Macan elétrico dá mais um passo rumo ao início de produção. Após um período de desenvolvimento digital e testes iniciais no campo de provas do Centro de Desenvolvimento da Porsche em Weissach, os protótipos do SUV compacto elétrico agora estão prontos para ganhar as ruas. 

Nesta semana a Porsche divulgou mais novidades sobre o desenvolvimento do Macan elétrico e compartilhou novas fotos de protótipos camuflados que estão programados para realizar ao todo mais de 3 milhões de quilômetros de testes de rodagem em condições reais de uso ao redor do mundo, antes da estreia no mercado em 2023.

Galeria: Porsche Macan elétrico - protótipos

O fabricante alemão explica a importância das simulações:

"Novos métodos agora permitem uma simulação muito precisa tanto da aerodinâmica quanto da termodinâmica.'O mundo digital é indispensável para o desenvolvimento do Macan totalmente elétrico', diz o especialista em aerodinâmica Wiegand. O sistema de propulsão elétrica - da bateria ao motor - exige um conceito de refrigeração e controle de temperatura completamente separado, muito diferente daquele de um veículo com motor convencional."

"Enquanto uma janela de temperatura de 90 a 120 graus é a meta para motores de combustão, o motor elétrico, a eletrônica do trem de força e a bateria de alta tensão exigem uma faixa de 20 a 70 graus, dependendo do componente. Os cenários críticos não ocorrem na estrada, mas durante o carregamento rápido de alta potência em altas temperaturas externas. No entanto, os desenvolvedores da Porsche são capazes de calcular com precisão e otimizar digitalmente a posição, o fluxo e a temperatura."

Porsche Macan elétrico - protótipos

Quando lançado, o novo Porsche Macan elétrico ainda irá conviver durante algum tempo com o irmão com motor a combustão. No entanto, a versão 100% elétrica será construída sobre a plataforma PPE (Premium Platform Electric) do Grupo Volkswagen, destinada aos carros mais refinados do grupo e que também deve ser bem aproveitada pela Audi

Assim como o Taycan, o futuro Porsche Macan Electric terá um sistema elétrico de 800 volts, que permitirá oferecer carregamento ultrarrápido com até 270 kW de potência. O objetivo da Porsche é se tornar referência no segmento em termos de velocidade de recarga e desempenho a ponto de tornar o SUV compacto o "o modelo mais esportivo de sua categoria", nas palavras da marca.

Haverá duas versões de baterias disponíveis, dependendo do mercado. Além disso, a Porsche também garantiu que o Macan elétrico terá uma autonomia "significativamente maior" do que o Taycan. Na prática, isso quer dizer que ele irá superar os 484 quilômetros (WLTP) de autonomia do sedã elétrico na versão com bateria Performance Plus - então podemos esperar por 500 km ou mais de alcance.  

A Porsche pretende que 80% de todos os seus lançamentos sejam carros elétricos ou híbridos plug-in até 2030. Isso coloca os modelos Macan e Cayenne (responsáveis por 60% das vendas da marca) automaticamente em posição de destaque nessa fase de transição energética.  

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram