O maior projeto do mundo para o desenvolvimento desta tecnologia começa na Itália

O carregamento sem fio é o futuro e muitos países europeus estão explorando novas possibilidades nessa área. No caso da Itália, o destaque é a rodovia A35 que liga Brescia, Bergamo e Milão e será a protagonista de um dos projetos mais impressionantes do mundo em carregamento por indução para carros elétricos. 

A iniciativa, que se chama 'Arena do Futuro', envolve uma infinidade de assuntos do mais alto calibre internacional, com montadoras, concorrentes do mundo da eletricidade e telecomunicações e universidades. Juntos, eles irão colaborar para a criação de uma infraestrutura de carregamento sem contato indutiva e dinâmica que permita avaliar a eficácia e eficiência desta tecnologia aplicada a diferentes categorias de veículos: de automóveis a comerciais, passando por ônibus.

Galeria: ElectReon - recarga sem fio dinâmica

É a primeira vez que um projeto deste tipo viu tantos importantes players industriais e universidades entrarem em campo lado a lado, que com um trabalho de análise minucioso será capaz de verificar todas as oportunidades e pontos críticos relacionados ao carregamento sem fio aplicado a veículos em movimento.

Tudo isto será feito através de um anel asfáltico de 1.050 metros de comprimento, feito com um pavimento rodoviário especial, particularmente resistente ao desgaste e com elevada carga indutiva. O sistema será alimentado com energia elétrica de 1 Megawatt. Esta "Arena do Futuro" será implantada em área privativa da rodovia A35, próximo à saída Chiari Ovest.

copertina-brebemi

O anel será equipado com Dynamic Wireless Power Transfer, uma tecnologia que será compatível com diferentes tipos de veículos e permitirá recarregar a bateria em ambientes estáticos e dinâmicos. O projeto, para cumprir os mais altos padrões de segurança, também explorará conexões 5G e a Internet das Coisas.

Projeto em evolução

Não é a primeira iniciativa em um tema "carro elétrico" envolvendo a rodovia Brebemi-Aleatica, que já aplica pedágios reduzidos para carros elétricos e que instalou duas estações Supercharger para recarregar carros da Tesla próximas a várias saídas (em ambos os sentidos da pista). 

Um projeto experimental de carga por indução já havia sido anunciado na A35: a empresa israelense Electreon e o Projeto Brebemi haviam de fato assinado uma declaração preliminar em janeiro passado para uma colaboração de três anos. Dessa primeira ideia nasce hoje o plano muito mais ambicioso "Arena do Futuro", no qual os holofotes estarão voltados de várias partes do mundo.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram