NIO e JAC assinaram um novo contrato em conjunto com a joint-venture Jianglai, que fará o gerenciamento de operações

A NIO e a JAC Motors renovaram o contrato que possuíam em conjunto para maio de 2024. Trata-se de um acordo entre as empresas chinesas que permite à startup NIO utilizar as instalações da JAC para produzir os seus veículos elétricos.  

Com o novo acordo, a JAC continua a fabricar modelos NIO para pronta entrega, como o ES8, ES6, EC6, ET7 e outros modelos que possam ser lançados futuramente. A estatal chinesa também expandirá a sua produção anual para 240.000 unidades (o dobro do volume atual) com a crescente demanda de veículos NIO. 

Galeria: NIO ET7

As empresas assinaram o último contrato com a Jianglai Advanced Manufacturing Technology (Anhui) Co, uma joint venture que trabalha com gerenciamento de operações, na qual a NIO detém 49% de participação acionária.

Sendo assim, a Jianglai será responsável pela montagem de peças e gerenciamento da operação, enquanto a NIO ficará a cargo da parte de desenvolvimento, engenharia, gerenciamento de cadeia de suprimentos, técnicas de fabricação e controle de qualidade.

Segundo a NIO, os pontos acordados entre as empresas no último contrato foram:

  • depreciação e amortização de ativos em relação aos ativos que a JAC investiu e para investir na fabricação de modelos NIO conforme efetivamente incorridos, pagáveis ​​mensalmente e sujeitos a ajustes anuais
  • taxas de produção e processamento de veículos registradas por veículo, pagáveis ​​mensalmente e sujeitas a reajustes anuais
  • certos acordos compensatórios
  • imposto relevante
  • valor de compra de certos materiais de produção

Nesta semana, a startup chinesa apresentou seu mais recente projeto, o NIO ET7, que tem previsão de chegar ao mercado no primeiro trimestre de 2022. O sedã elétrico é a primeira unidade para validação da empresa, que saiu da linha de montagem em 18 de maio de 2021. 

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Galeria: NIO - 100.000 carros elétricos