Versão equipada com células de combustível terá lançamento comercial até o fim de 2022

A BMW anunciou sua intenção de lançar um veículo a  hidrogênio em setembro de 2019. Na época, o chamado i Hydrogen NEXT, baseado no SUV BMW X5, estava nos estágios iniciais de desenvolvimento. 

E quase dois anos depois, a marca premium alemã acaba de anunciar que uma frota de mulas de testes está embarcando em testes de rodagem por toda a Europa. Nas próximas semanas, engenheiros e pilotos de testes irão avaliar o desempenho do trem de força elétrico, chassis e sistemas eletrônicos. Esse programa deve lançar as bases para a produção do i Hydrogen NEXT em pequena escala, prevista para o final de 2022.

Galeria: BMW X5 a hidrogênio - testes

Presumivelmente, a BMW não vê o hidrogênio como o futuro da mobilidade sustentável. Em um recente comunicado à imprensa, o fabricante explicou que as células a combustível de hidrogênio podem vir em auxílio de motores térmicos, híbridos recarregáveis ​​e elétricos sem substituí-los. A marca não quer que este sistema seja visto como outra coisa senão "uma alternativa atraente" aos carros elétricos movidos a bateria.

"A tecnologia de célula de combustível de hidrogênio pode ser uma opção atraente para trens de força sustentáveis, especialmente em categorias de veículos grandes", comentou Frank Weber, membro do conselho da BMW responsável pelo desenvolvimento. 

"É por isso que o teste de rodagem de protótipos equipados com um trem de força de célula de combustível de hidrogênio é uma etapa importante em nossos esforços de pesquisa e desenvolvimento."

O sistema propulsor do i Hydrogen NEXT será baseado na solução usada pelo iX3. À potência do motor elétrico, o futuro SUV agregará a energia gerada durante a reação química entre o hidrogênio e o oxigênio presente no ar. A potência combinada será de 275 kW (374 cv), o que corresponde à força do atual turbo seis cilindros do X5.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram