Rival do Citroën Ami, modelo visa atender aumento de demanda no pós-pandemia

Um fenômeno que ocorrerá em todo o mundo após a pandemia do coronavírus é certamente um aumento no uso do transporte individual. Ele já começou a se intensificar na China e também ocorrerá na Europa, onde a Kia anunciou nesta semana ao site Auto Express que vai trabalhar em um inédito micro carro elétrico para o público urbano que quer se locomover sozinho. 

Em sua fala ao site Auto Express, o Chefe de Operações da Kia Motors Europe, Emilio Herrera disse: "As pessoas querem se sentir seguras hoje. Vimos isso muito claramente em uma pesquisa realizada após o coronavírus na China, que mostrou que as pessoas haviam migrado do transporte público para o transporte privado."

Galeria: Citroën Ami (2020)

E segundo as pesquisas apontaram o aumento foi muito expressivo: "Isso ficou muito claro - 34% do uso individual antes da pandemia para 65%. Portanto, 65% das pessoas na China escolheriam seu carro particular. O motivo é porque eles se sentem seguros no carro e se sentem inseguros no transporte público. Acho que se as pessoas tivessem escolha em Londres, elas escolheriam dirigir seu próprio veículo"

Falando especificamente sobre o projeto do mini carro elétrico, Herrera diz que "Já estamos estudando uma proposta de ter micro-veículos muito pequenos para uso urbano - vemos um potencial real", explicou.

"Os veículos que visamos são carros elétricos - 100% elétricos com um pequeno alcance, mas sendo usados ​​apenas em ambientes urbanos. Nosso projeto está analisando o que chamamos de carros L6 e L7 no setor, o tipo de carro como o Citroën Ami. É algo que estamos investigando neste momento, porque acreditamos que poderia ser uma alternativa ao transporte público, desde que possamos entregá-lo a um custo muito semelhante ao transporte público."

Os detalhes do projeto ainda não estão definidos, mas o executivo da Kia fala em eventualmente usar uma plataforma compartilhada com a Hyundai para reduzir custos e poder lançar um veículo global, que seja barato de comprar e manter. Como parâmetro, o Citroën AMI será lançado na França por 6.900 euros (R$ 41.100) ou 19,90 euros (R$ 118,00) por mês para o aluguel.

Ainda não podemos estimar a data de lançamento deste carrinho da Kia, sendo que a estreia antes de 2021 é bastante improvável. Atualmente, a marca coreana está trabalhando com afinco na eletrificação da gama, que inclui o lançamento de um SUV com 500 km de autonomia e carregamento ultra-rápido no estilo do Porsche Taycan.

Fonte: AutoExpress