Versão híbrida plug-in tem consumo médio de 42,5 km/l

  • Ford Kuga/Escape PHEV emplacou mais de 6 mil unidades no trimestre
  • Europa e China são os principais mercados; modelo chegará aos EUA ainda neste ano
  • Brasil também receberá o Escape, mas a data ainda não está definida

Poucas semanas após a notícia de que o Ford Escape híbrido plug-in bateu recorde de vendas na China, agora é a vez da Europa. O SUV que já tem o Brasil como destino certo, tem se destacado em sua versão recarregável atingindo um patamar inesperado: a versão híbrida superou os emplacamentos das variantes à combustão. 

É notório que as vendas de carros de passeio da Ford na Europa foram significativamente afetadas pelo isolamento social em decorrência do Covid-19 no segundo trimestre - nenhuma surpresa aqui -, pois as entregas diminuíram 56% em relação ao ano anterior, para 109.129. No entanto, há notícias positivas com relação aos modelos híbridos plug-in.

Galeria: Ford Kuga PHEV

O novo Ford Kuga PHEV (Ford Escape PHEV em outros mercados) foi responsável por 51,1% das vendas totais do Kuga durante o segundo trimestre. Como o volume total foi de 13.080, assumimos que 6.684 eram híbridos plug-in, o que é realmente muito bom.

A participação do Kuga/Escape PHEV no volume total da Ford foi superior a 6,1%, o que também é um resultado surpreendentemente positivo. Juntamente com outros modelos, em um futuro próximo a Ford poderá superar os 10% com esse tipo de propulsão.

Para completar os bons resultados, Ford Escape PHEV também terá boas vendas nos Estados Unidos, especialmente porque seu principal concorrente - Toyota RAV4 Prime -  inicialmente não estará disponível em volume suficiente para atender a demanda.

Especificações do Ford Escape/Kuga PHEV:
  • até 50 km de autonomia totalmente elétrica
  • Bateria de 14,4 kWh
  • tração dianteira
  • potência do sistema de 225 cv (motor a gasolina de 2,5 litros)
  • recarga completa em 3 horas e 30 minutos
  • capacidade de reboque de até 2.250 kg, dependendo da configuração do trem de força

Juntamente com o novo Mustang Mach-E, e um futuro veículo elétrico baseado na plataforma MEB da VW, Transit Electric e outros modelos, o futuro da Ford na Europa finalmente parece mais 'eletrizante'.