Marca alemã já vendeu mais eletrificados no país no primeiro semestre de 2020 do que em todo o ano passado.

  • BMW vendeu mais de 400 veículos eletrificados no Brasil durante o 1º semestre
  • Vendas dos primeiros seis meses já superam os resultados totais de 2019
  • Marca alemã supera metas estipuladas de reciclagem na Europa

Com um plano traçado sobre sustentabilidade para os próximos 10 anos, a BMW divulga a ambiciosa meta de colocar no mercado mais de sete milhões de veículos eletrificados em todo o mundo até 2030. E anuncia que dois terços desses veículos serão versões 100% elétricas.

Atualmente, os modelos BMW e MINI com propulsão 100% elétrica e híbrida plug-in respondem por aproximadamente 13,3% de todos os novos registros na Europa. Um número 50% maior que a participação média de todas as marcas, que gira em torno de 8%. A empresa alemã espera que esse número suba para 25% em 2021, mais de 30% em 2025 e para 50% em 2030.

Galeria: BMW 330e (Teste BR)

Em termos globais, os veículos eletrificados do grupo tiveram mais de 500 mil unidades vendidas durante o ano de 2019. Número que já foi superado nesses primeiros seis meses de 2020 (mesmo com a pandemia) e deve subir para mais de 1 milhão por ano até o fim de 2021, segundo a marca. 

Vendas em expansão no Brasil

No Brasil, a montadora alemã afirma que o número de veículos vendidos das marcas BMW e MINI eletrificados já é maior em 2020 do que o registrado no ano anterior. Foram mais de 400 unidades emplacadas no país entre janeiro e julho contra 300 em todo o ano de 2019.

Outra iniciativa adotada pela marca alemã foi o investimento em infraestrutura com aproximadamente 200 pontos de recarga instalados em todo o território nacional, além de ter a única rede inteligente de pontos de recarga em atuação no país, localizada em São Paulo.

Foco na sustentabilidade 

Para o futuro, o BMW afirma estar desenvolvendo um ciclo de material reutilizável sustentável para células de bateria. Os fornecedores de cobalto e lítio atendem a padrões rigorosos de sustentabilidade ecológica e social. Além disso, o motor elétrico da última geração do BMW eDrive e seus componentes são produzidos usando exclusivamente eletricidade de fontes renováveis.

No geral, a partir deste ano, todos os locais de produção do BMW Group em todo o mundo serão abastecidos com eletricidade 100% verde. Embora uma cota de reciclagem de 50% seja exigida atualmente em toda a Europa, o BMW Group e a Duesenfeld (especialista alemã em reciclagem) desenvolveram em conjunto um processo no qual estima-se uma cota de reciclagem superior a 95%.

Fonte: BMW

Galeria: Teste - BMW 530e iPerformance