Até 2023 serão lançados mais 10 novos veículos totalmente elétricos

  • BMW tem como meta colocar 7 milhões de carros eletrificados no mercado até 2030
  • BMW Série 5 e X1 terão versões puramente elétricas no portfólio
  • A meta é que 2/3 dos carros vendidos sejam 100% elétricos

Em anúncio oficial, o BMW Group divulgou que tem como meta colocar mais 7 milhões de carros eletrificados (elétricos e híbridos plug-in) no mercado nos próximos 10 anos das marcas BMW e MINI. E para alcançar este objetivo, confirmou que os modelos Série 5 e X1 também serão totalmente elétricos. 

As novas decisões fazem parte da estratégia para reduzir em 30% as emissões de CO2 no período de 2020 a 2030. Para atingir esses objetivos, dois terços dos carros vendidos globalmente pela BMW (mais de 4,7 milhões de veículos) deverão ser puramente elétricos. 

"Em dez anos, a meta é ter um total de mais de sete milhões de veículos eletrificados do BMW Group nas estradas - cerca de dois terços deles com um trem de força totalmente elétrico".

Galeria: BMW iX3 (2020)

Mas no caso específico do BMW Série 5 elétrico, provavelmente só chegará ao mercado a partir de 2023 com a estreia da nova geração. Além disso, a empresa alemã anunciou recentemente que o BMW Série 7 também terá uma versão 100 elétrica. Todos esses modelos (inclusive o X1) serão oferecidos em versões a combustão, híbrida leve, híbrida plug-in (recarregável) e elétrica a bateria.

"Além da BMW Série 7, uma eletrificação abrangente será implementada em toda a linha de modelos: Outros exemplos do "Poder da escolha" serão os BMW X1 e BMW Série 5 de alto volume, que também estarão disponíveis no futuro com todas as quatro variantes de trem de força - totalmente elétrico, híbrido plug-in, diesel e gasolina com tecnologia de 48 volts".

Essa transformação faz parte da estratégia de ter no mercado nada menos que 25 modelos eletrificados até 2023, metade deles sendo 100% elétricos. Entre estes, haverá também o i3, que até lá terá um sucessor, os já apresentados BMW iX3 e Mini Cooper SE, além dos futuros iNEXT e i4.

Galeria: BMW Série 5 (2021)