A empresa reequipará sua maior fábrica na Europa

  • Montadora alemã quer ampliar a produção de baterias motores para veículos elétricos
  • Inicialmente, os componentes serão destinados ao novo crossover ix3

A BMW prometeu investir meio bilhão de euros na reestruturação de sua maior fábrica européia na cidade bávara de Dingolfing. Serão abertas novas linhas para a produção de baterias e motores elétricos para veículos elétricos e híbridos plug-in (recarregáveis).

A montadora alemã construirá oito linhas de transporte e abrirá espaço para mais quatro no futuro. Até 2022, a fábrica poderá produzir componentes para 500 mil carros eletrificados por ano.

Galeria: BMW iX3 - pré produção

A primeira bateria e motor elétrico produzidos na fábrica européia serão destinados ao crossover ix3, que já está em pré-produção e terá a linha de montagem definitiva em breve na China. Posteriormente, a BMW lançará o sedã i4 e um grande crossover elétrico baseado no conceito iNext.

O sucesso dos novos modelos é fundamental para a carreira do chefe da BMW, Oliver Zipse. Em um esforço para reduzir custos, ele escolheu uma estratégia para construir carros elétricos e a gasolina em uma mesma plataforma. Ao mesmo tempo, parece impossível para muitos especialistas e acionistas da BMW ficar à frente da Tesla em vendas sem desenvolver uma plataforma exclusivamente elétrica.