Versão elétrica chega à Espanha e nas próximas semanas aos demais mercados europeus.

Revelado há poucos meses, o novo Citroen e-C4, versão elétrica de um modelo que a marca francesa diz que irá colocar os "hatchbacks de volta no mapa", começa a chegar aos mercados europeus. Inicialmente vendido na Espanha com preço inicial de 32.400 euros / R$ 203.200 (antes dos incentivos), a novidade deve chegar aos demais países da região nas próximas semanas.   

Diferente do modelo anterior, este novo C4, que a Citroën chama de hatchback, na verdade incorpora diversas influências, com um estilo que mistura elementos hatchback, SUV e até mesmo coupé. A ideia é ampliar o público alvo do modelo e conquistar mais clientes para a marca.

Galeria: Citroen ë-C4

Construído sobre a plataforma e-CMP, o Citroen e-C4 compartilha muitos elementos com os outros carros de emissão zero do Grupo PSA. Ele é equipado com a mesma bateria de 50 kWh e o mesmo motor de 100 kW (136 cv) de seus primos. Isso garante autonomia de 350 km com uma única carga. O carro, que acelera de 0 a 100 em 9,7 segundos, atinge uma velocidade máxima de 150 km/h.

A tecnologia e a segurança são destaques nesta nova geração. O C4 elétrico possui 20 sistemas de segurança ativos e condução autônoma nível 2. Além disso, possui um aplicativo dedicado e serviços específicos para tornar a condução elétrica mais fácil e intuitiva.

Produzido em Madrid, na Espanha, o Citroën ë-C4 estará disponível em quatro versões: Live Pack, Feel, Feel Pack e Shine. A versão de entrada não estará disponível inicialmente, então a opção mais em conta por enquanto é o modelo Feel, que custa 32.400 euros (antes dos incentivos). Mais equipadas, as variantes Feel Pack e Shine custarão 33.800 euros (R$ 212.000) e 35.100 euros (R$ 220.190) respectivamente.

A versão Live Pack possui como itens de série frenagem automática de emergência, reconhecimento de sinais de trânsito, alerta de mudança de faixa, sensor de fadiga e assistente de farol alto, entre outros.