Veículo está sendo testado em parceria com a fabricante de geradores portáteis Denyo.

As grandes montadoras, entre outros atores, têm um papel fundamental na busca pela sustentabilidade energética e diversas ações estão sendo tomadas por meio de projetos e pesquisas que vão nessa direção. Nesta semana, a Toyota e a Denyo firmaram uma joint venture para desenvolver e comercializar um veículo movido a hidrogênio capaz de gerar eletricidade para uso externo. 

Fabricante de geradores portáteis, a Denyo irá trabalhar em conjunto com a Toyota neste projeto que tem como objetivo uma sociedade mais sustentável do ponto de vista energético. O projeto já foi eleito pelo Ministro do Ambiente do Japão como "Programa de Desenvolvimento e Investigação de Tecnologia com Baixas Emissões".

Enquanto a maioria dos veículos atuais usam gasolina ou diesel para mover os motores, com consequentes emissões de CO2, o protótipo tem propulsão elétrica alimentada por células de combustível de hidrogênio com zero emissões.Este veículo permite até 72 horas contínuas de fornecimento de energia.

Toyota carro a hidrogenio (3)

Este veículo desenvolvido pela Toyota e a Denyo é baseado na picape Toyota Dyna e utiliza o sistema de propulsão com a tecnologia Fuel Cell do Toyota Mirai (FCEV) a hidrogênio. Ele pode transportar cerca de 65 kg de hidrogênio (em 27 tanques), para percorrer longas distâncias ou gerar energia para períodos mais longos.

Os testes de verificação do veículo começam neste mês. Ele será comparado com geradores de energia convencionais baseados em motores para verificar as características exclusivas dos veículos com fornecimento de energia a células de combustível, incluindo seu impacto em vários equipamentos de carga e reduções de emissões de CO2.

Fonte: Toyota

Galeria: Toyota Mirai 2020