O maior fabricante de veículos elétricos do mundo não quer saber da imprensa nos EUA

Poucos dias após Elon Musk ter se 'queixado' da fraca cobertura de imprensa durante o evento Battery Day, a Tesla parece ter se tornado a primeira montadora de automóveis a dissolver completamente o seu departamento de relações públicas. 

Segundo o site Electrek, uma fonte de alto nível da empresa afirmou: "Não temos mais uma equipe de relações públicas" - o que explica por que Tesla não responde às perguntas da imprensa há vários meses. No entanto, embora a principal equipe global que trabalhava nos Estados Unidos tenha sido dissolvida, a empresa ainda possui alguns gerentes de RP na Europa e na Ásia.

Galeria: Tesla Model 3 - China

Ainda de acordo com a matéria, a última pessoa responsável pelo departamento de relações públicas da montadora de carros elétricos foi Keely Sulprizio, que deixou a empresa em dezembro no ano passado. Com isto, praticamente todos os outros membros da equipe de RP da Tesla nos Estados Unidos se desligaram ou assumiram funções em outros departamentos. 

Mesmo antes do Battery Day, o CEO da Tesla, Elon Musk vinha frequentemente criticando a imprensa, que ele acredita tratar a empresa de forma injusta. A consequência disso ainda não podemos dizer, mas esperar que Elon Musk responda a todas as dúvidas diretamente no Twitter não é algo que se pode chamar de muito produtivo.

No entanto, aparentemente uma empresa do tamanho da Tesla não tomaria uma decisão dessa magnitude sem avaliar os prós e contras. Pelo menos é o que nos parece mais plausível no momento, sem deixar de mencionar que outras empresas, como a gigante de tecnologia Apple, adotam uma estratégia semelhante, embora controversa.

Fonte: Electrek

Galeria: Tesla - fábrica Fremont