A Porsche é a primeira fabricante a ter carregadores para veículos elétricos em um autódromo brasileiro

Em mais uma iniciativa para promover o uso de carros elétricos, a Porsche anunciou a instalação de dois carregadores elétricos instalados no Autódromo Velocitta que poderão ser usados gratuitamente por qualquer pessoa que estiver presente nos eventos realizados no circuito localizado em Mogi Guaçu (SP).

De acordo com o comunicado da empresa, o primeiro autódromo eletrificado do Brasil faz parte do programa Porsche Destination Charging, que tem por objetivo proporcionar possibilidades de carregamento nos locais frequentados pelos clientes Porsche.

Porsche carregador (1)

Os carregadores possuem potência de 11 kW e estão localizados nas áreas de estacionamento internas do Velocitta e são compatíveis com outros modelos de automóveis elétricos ou híbridos plug-in do tipo 2, que também podem ser usados por proprietários de automóveis de outras marcas.

Dando prosseguimento ao programa de eletrificação no Brasil, a marca alemã já possui 80 carregadores instalados em 51 parceiros em 11 estados, todos concessionários com opções de carregamento. A Porsche também pretende num futuro próximo ter 30 carregadores ultrarrápidos instalados em rodovias no País até 2022.

"Com a instalação de carregadores em um dos autódromos mais modernos do Brasil, a Porsche reforça seu compromisso de oferecer possibilidades de prática sustentável e ecológica não apenas para a mobilidade pública, mas também para a prática do automobilismo", destaca (Rodrigo Fonseca, especialista de E-Performance).

"A Porsche vende veículos híbridos no Brasil desde 2010, com o Cayenne, e neste ano lançou o Taycan, primeiro carro 100% elétrico da marca. Nada mais natural do que contribuir para seus clientes desfrutarem ao máximo da mobilidade elétrica", prossegue.

A Porsche também participa do consórcio formado pela Audi, EDP, VW e outras empresas para a instalação de uma rede que estará concluída em 3 anos e abrigará 30 estações de carregamento que estarão localizadas nas rodovias que ligam São Paulo (SP) a Brasília (DF), Curitiba (PR) e Belo Horizonte (MG).

Fruto de um investimento de R$ 32,9 milhões, essa rede terá cerca de 2.500 km e será a maior da América do Sul e uma das maiores do mundo em extensão, beneficiando boa parte da região Centro-Sul do país.

Moderno e concebido para funcionar de maneira sustentável, o Autódromo Velocitta passou a receber provas das principais categorias do automobilismo nacional em 2012, ano em que recebeu homologações CBA e FIA. 

Galeria: Porsche Taycan Turbo S (BR)