Modelos da linha estreiam mudanças discretas no design; motores seguem sem alterações

Duas décadas após o lançamento do MINI moderno, o fabricante britânico apresenta a reestilização da atual geração do modelo, incorporando alterações nas variantes de 3 e 5 portas, bem como na versão Cabrio. Eles estarão à venda nos mercados globais a partir de março de 2021.

Para começar, o MINI Cooper 2021 estreia uma nova linguagem de design, com uma grade frontal característica, cujo quadro agora é mais amplo, faróis de LEDs de série (o quadro agora é preto e não cromado), novas entradas de ar nas laterais dos pára-choques. e uma gama maior de cores de carroceria e rodas de liga leve, entre outras coisas. As lanternas em design 'Union Jack' agora também são de série.

Galeria: Mini Cooper SE Collection (2021)

O MINI destaca, por exemplo, o chamado teto multi-tons que combina três cores diferentes (San Marino Blue, Pearly Aqua e Jet Black) em uma espécie de gradiente. A paleta de cores do carroceria também adiciona três tons: Rooftop Metallic Grey, Island Metallic Blue e Zesty Yellow.

Quando se trata de ofertas de rodas de liga leve, cinco novas variantes estão disponíveis. No tamanho 17" polegadas há três opções (raios "tentáculo", "tesoura" e "pedal"), além de um design "Pulse Spoke" de dois tons de 18", e o "Circuit Spoke", exclusivo para as versões John Cooper Works

Mini Cooper SE Collection (2021)

Na cabine também há novas superfícies e saídas de ar, além de um volante em couro redesenhado (opcionalmente aquecido, pela primeira vez, e revestido em couro Nappa nas versões superiores), painel de instrumentos com tela de 5", uma tela central de 8,8" no módulo redondo do console central, novos bancos esportivos, estofamento atualizado ou mais iluminação ambiente, por exemplo.

Entre os novos itens opcionais estão os faróis LED adaptativos, o freio de estacionamento elétrico (pela primeira vez), o chassi adaptativo, novos assistentes de direção (alerta de saída involuntária da faixa), o controle de cruzeiro adaptativo com função Stop & Go, Head-Up Expositor ou novos pacotes de equipamentos, principalmente em termos de personalização.

Sem mudanças mecânicas

A gama mecânica do MINI 2021 inclui motores de três e quatro cilindros, todos turboalimentados. O primeiro, 1.5 litro, está disponível nas versões de 75 cv (One First), 102 cv (One) e 136 cv (Cooper), enquanto o propulsor de quatro cilindros 2.0 litros oferece 178 cv (Cooper S), ou 231 cv no modelo John Cooper Works.

Todos são combinados com uma transmissão manual de seis velocidades e, exceto para a versão mais básica, oferecem uma transmissão automática Steptronic de sete velocidades opcional (oito no caso do JCW).

Por sua vez, o MINI Cooper SE 100% elétrico usa um motor elétrico de 135 kW (184 cv), junto com uma bateria de íon-lítio de 32,6 kWh. Ele promete uma autonomia pelo ciclo WLTP entre 203 e 234 quilômetros, bem como aceleração de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e uma velocidade máxima de 150 km/h.