Variante esportiva JCW 100% elétrica tem sinal verde e já está em desenvolvimento

Do boato à confirmação em exatamente um mês. Foi em 2 de novembro quando soubemos das intenções da MINI em desenvolver um modelo elétrico John Cooper Works antes que a BMW o divulgasse algumas semanas depois em um vídeo oficial do SUV iNext. Em 2 de dezembro, o JCW de emissão zero está sendo anunciado oficialmente com uma série de imagens do protótipo de testes na pista.

A Mini não está disposta a entrar em detalhes por enquanto, apenas anunciando que a marca "agora está preparando o próximo passo no desenvolvimento dos modelos elétricos John Cooper Works". O impulso do carro elétrico não significará o fim do motor de combustão, pois os futuros carros JCW a gasolina continuarão a ter um "papel importante a desempenhar', o que significa que a marca inglesa está disposta a agradar aos dois mundos.

Galeria: Mini John Cooper Works elétrico

O protótipo JCW totalmente elétrico mostrado aqui pode estar vestindo uma camuflagem mostrando layouts de pistas ao redor do mundo, mas realmente não está escondendo muito. Parece exatamente como você esperava - um casamento entre o JCW GP com alimentação convencional e o silencioso Cooper SE. Ele tem os para-lamas modernos e o grande spoiler traseiro do tradicional hot hatch, combinados com a grade fechada e o escape do modelo ecologicamente correto.

A MINI não é a primeira a antecipar um pequeno hatchback elétrico, uma vez que a Renault revelou o conceito Zoe E-Sport em março de 2017 como um pocket rocket com 460 cavalos de potência e 65,2 kgfm de torque. Não esperamos que o JCW Electric seja tão extremo, mas procure um aumento de potência considerável sobre o Cooper SE.

Mini John Cooper Works Protótipo elétrico 3/4 traseira

Vale lembrar que a versão regular do primeiro MINI elétrico tem 184 cv e 27,5 kgfm, suficiente para uma arrancada de 0-100 km/h em 7,3 segundos e uma velocidade máxima de 150 km/h. Resta saber se o JCW terá um único motor elétrico mais potente ou se adicionará um segundo motor para um possível sistema de tração nas quatro rodas. Independentemente disso, ele promete chamar a atenção quando for lançado nos próximos anos. 

Com os avanços contínuos em tecnologia de bateria que o BMW Group está fazendo, esperamos que a autonomia também seja aprimorada, embora o JCW elétrico seja mais focado em desempenho do que eficiência. O pacote de 32,6 kWh do Cooper SE dura apenas 177 quilômetros pelo padrão EPA, então certamente tem espaço para crescer.