Hatch elétrico ganha facelift, interior mais moderno, novos equipamentos e melhorias em termos de carregamento

O 'futuro elétrico' da GM dá um importante passo com a estreia oficial do novo Chevrolet Bolt 2022. O primeiro carro elétrico com produção em massa da empresa norte-americana chega ao mercado após alguns atrasos no cronograma e traz uma reestilização ampla, interior atualizado e melhorias em termos de carregamento. 

Lançado em 2016, o Chevrolet Bolt pode ser considerado um sucesso da marca. Presente em vários mercados globais (no Brasil desde o início de 2020), o hatchback elétrico manteve a estrutura de sempre para este modelo 2022, mas mudou bastante o visual, principalmente na dianteira, bastante remodelada.

Galeria: Novo Chevrolet Bolt 2022

Adotando um estilo mais próximo do que veremos nos próximos carros elétricos da marca, o novo Bolt 2022 recebeu faróis com luzes diurnas mais estreitas, que também funcionam como indicadores de mudança de direção. Agora eles ficam mais altos e próximos da linha do capô, em oposição ao modelo anterior. Na traseira, as lanternas também evoluíram para uma formato mais retangular em um conjunto bastante agradável. 

Já o interior, conforme especulado, sofreu mais mudanças e aparentemente ganhou algum refinamento com a adoção de materiais de melhor qualidade e superfícies mais agradáveis ao toque. Há um novo sistema multimídia com tela de 10,2" e conectividade com Apple Car Play e Android Auto, Bluetooth, Wi-fi 4G e carregamento sem fio para celulares.  

Em termos funcionais, o seletor de marchas no console foi substituído por um botão. Aliás, agora também há botões para funções como o ajuste do nível regenerativo dos freios - o Bolt permite a condução com um pedal, que tem muitos adeptos.

Novo Chevrolet Bolt 2022

Enquanto o modelo anterior era equipado com o carregamento de 7 kW, que permitia uma carga completa em 10 horas, o novo Bolt 2022 atualizou o sistema de recarga para 11 kW, o que permite recuperar 68 km de autonomia (EPA) por hora, ou 6,5 a 7 horas de 0 a 100% da carga.

A GM também incluiu um novo cabo de recarga de dupla voltagem de 7,2 kW, que permite recuperar 40 km por hora ou 10 horas para o carregamento total com as baterias vazias. Já o carregamento rápido passa a ser item de série, mas com 55 kW, ainda abaixo da média do mercado, mas ainda assim suficiente para acrescentar 160 km de alcance em menos de 30 minutos. 

No caso dos Estados Unidos, a GM se associou ao qMerit para fornecera instalação de carregamento doméstica "padrão" incluída no custo do veículo. O cabo de carga que já vem no carro será suficiente para a grande maioria dos proprietários, permitindo dar um carga completa nas baterias durante a noite. 

Novo Chevrolet Bolt 2022

Apesar das mudanças internas e externas, o conjunto elétrico permanece o mesmo. O modelo continua sendo impulsionado pelo motor elétrico de 200 cv (150 kW) de potência e 36,7 kgfm de torque, alimentado por uma bateria de 65 kWh que garantem autonomia de até 416 km pelo ciclo EPA. 

Mais barato que o seu antecessor, o Chevrolet Bolt 2022 teve uma redução de US$ 4.500 no valor de tabela, ficando com o preço sugerido de US$ 31.995 (R$ 171.800) com frete incluído - Bolt não está mais disponível para o crédito federal de US$ 7.500, mas ainda há incentivos (menores) em alguns estados norte-americanos. 

Futuro elétrico

Rumo a um futuro eletrificado, a GM fez um anúncio global indicando que a partir de 2035 não venderá mais carros com motores de combustão interna. Caso o cronograma seja seguido, a marca só irá comercializar veículos zero emissões, principalmente os carros elétricos e eventualmente modelos movidos a células de combustível - trata-se de uma meta global e que inclui o Brasil.

Vendido no Brasil desde o início do ano passado, o Chevrolet Bolt também será atualizado por aqui, seguindo a estratégia global da marca. No entanto, ainda não há data oficial para a chegada do Chevrolet Bolt 2022. Atualmente, o carro elétrico é vendido no país com preço inicial de R$ 262.100