Fisker pretende lançar modelo mais barato que o Ocean, que custa US$ 37.499 sem incentivos

A renascida Fisker ainda não vendeu um único veículo, mas aparentemente tem planos de entrar no que inegavelmente acabará se tornando uma das fatias mais competitivas do segmento de veículos elétricos: a de carros acessíveis. Nós não sabemos exatamente o quão barato a empresa pretende fazer este novo modelo, mas seu criador quer que tenha o mesmo tipo de abordagem como o Mini original ou VW Fusca.

Henrik Fisker quer fazer o que ele descreve como um veículo icônico, de acordo com a Automotive News. Ele aponta para o Fusca original e explica

"Os bilionários os tinham, as pessoas comuns os tinham. Esse é o tipo de veículo icônico que procuramos fazer, um veículo que se sinta bem. Eu quero criar um veículo que possa cruzar as fronteiras sociais."

Galeria: Fisker Ocean 2021

Tanto o Fusca quanto o Mini eram carros populares e ganharam status 'cult' porque foram lançados no contexto de mercado certo. Ambos eram simples e utilitários, mas nos perguntamos o que um carro feito nesta época exigiria para se tornar o favorito dos fãs - uma coisa é certa: terá que parecer radical e o Sr. Fisker está totalmente de acordo com a ideia, desde que ela foi citada dizendo:

"A única coisa que o torna um carro é que ele tem quatro rodas e precisa ser certificado como um carro."

Portanto, podemos esperar que o modelo tenha um design radical, qualquer que seja o estilo de carroceria que ele tenha a ter. Provavelmente será um crossover, no entanto, o segundo após o Ocean, que deve começar a ser vendido em 2022 (a produção começará no final de 2021) com um preço inicial de US$ 37.499 (R$ 216.200); o novo modelo acessível terá que reduzi-lo e, a fim de desafiar o próximo carro de entrada do Tesla, provavelmente precisa custar cerca de US$ 25.000. O ID.1 da VW também pode ser um rival.

fisker-ocean (1)

Para fabricar o Ocean, a Fisker contratou a Magna Steyr e o SUV elétrico será construído em Graz, na Áustria. Outras montadoras também contam com a Magna Steyr para construir seus modelos, incluindo o elétrico Jaguar i-Pace.

O novo Fisker acessível será construído em parceria com a taiwanesa Foxconn, fabricante contratada da Apple (conhecida por construir o iPhone). A Foxconn mudou seu modelo de negócios em 2020 e anunciou que também começaria a fabricar produtos com sua própria marca.

Ambas as empresas irão investir no modelo que, como o Ocean, provavelmente será construído na nova plataforma elétrica da Foxconn. Isso ainda não foi confirmado, mas parece o passo lógico.

Quando questionado pelo Wall Street Journal onde este novo Fisker mais barato poderia ser fabricado, Henrik Fisker deu a entender que a fábrica da Foxconn em Wisconsin era uma escolha "óbvia". Ele adicionou o seguinte:

"Eles têm uma fábrica lá e muitos terrenos com muitas possibilidades de expansão. não tomei uma decisão final sobre isso."

Se você está se perguntando o quão longe está o modelo, Henrik Fisker disse que ele está na fase de modelagem 3D. Isso significa que o desenvolvimento não está muito avançado, mas aparentemente está programado para entrar em produção no final de 2023, com planos de ser vendido na América do Norte, Europa, China e Índia.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram