Flagra de um protótipo de argila revela as formas de um SUV compacto da Ford feito na MEB

A Ford tem um plano de eletrificação para a Europa que contará com o uso da plataforma Modular Electric Drive Toolkit (MEB) da Volkswagen, que servirá de base para alguns carros elétricos da marca. 

O primeiro carro elétrico construído sobre a MEB será lançado em 2023, quando a empresa concluir o investimento de US$ 1 bilhão para modernizar a instalação de montagem de veículos em Colônia, na Alemanha.

Galeria: Ford Puma ST (2021)

De acordo com o site britânico Autocar, que teve acesso a um flagra de um protótipo de argila da Ford coberto, o primeiro Ford baseado na MEB será um SUV compacto com porte semelhante a um Ford Puma, que mede 4,21 metros de comprimento. 

Ainda é cedo pra concluir sobre o design, mas preliminarmente podemos dizer que ele tem uma forma bastante angular que remete mais ao novo Hyundai Ioniq 5, do que aos modelos ID.3 / ID.4 da Volkswagen.

Plataforma Volkswagen MEB

Acreditamos que este futuro veículo elétrico pode ficar ligeiramente diferente do SUV elétrico Ford Mustang Mach-E e introduzir uma nova linguagem de design para a Ford, pelo menos na Europa.

Não esperaríamos diferenças significativas no autonomia, carregamento ou desempenho dos carros Ford, em comparação com os carros da Volkswagen. As opções de bateria podem ser basicamente as mesmas (48/62/82 kWh; 45/58/77 kWh efetivos). E as opções de tração são tração traseira com motor único ou nas quatro rodas com motor duplo. E o carregamento rápido CC é de até 125 kW (pacote de 82 kWh) ou de até 100 kW (pacote de 62 kWh).

Os veículos elétrico da Ford terão, naturalmente, seu próprio estilo, tanto por fora quanto por dentro, configurações diferentes e possivelmente também equipamentos. Será muito interessante ver que a Ford conseguirá diferenciar seus produtos e ter sucesso contra a Volkswagen e várias outras marcas do Grupo Volkswagen, que estão usando a mesma plataforma.

A Ford planeja produzir e vender cerca de 600.000 carros elétricos na base MEB ao longo dos próximos anos. Neste ponto, ainda não foi confirmado quantos modelos serão introduzidos - o primeiro está confirmado, o segundo está "em análise".

Há também uma outra grande questão sobre o futuro - desenvolver sua própria plataforma para automóveis de passageiros ou apenas utilizar a base de um parceiro local forte?

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Galeria: Ford Mustang Mach-E (2021) - avaliação