Marca alemã apresenta o quarto veículo da família EQ: o irmão elétrico do GLB com três fileiras de assentos

Este é o novo Mercedes EQB. O SUV elétrico de 7 lugares mostra que a Mercedes não vai parar tão cedo com a eletrificação. Começou em 2019 com o EQC, o primeiro elétrico da nova linhagem, depois acelerou com o EQA, o SUV compacto baseado no GLA, e o EQS, que estreou há menos de uma semana. 

O novo Mercedes EQB chega quase como uma surpresa, e como já sabemos, ele se apresenta como uma variante de emissão zero da linha GLB, com uma diferença: com 4,68 metros de comprimento, é mais longo que um GLC e é o primeiro veículo elétrico de sete lugares da Mercedes.

Galeria: Mercedes EQB

Mas parece igual: o EQB tem as proporções típicas do GLB, com a carroceria de estilo quadrado e a porta traseira vertical. Entretanto, acrescenta elementos típicos da linha EQ, com detalhes em bronze, uma grade frontal em preto brilhante que alcança os faróis e as lanternas em LEDs que são unidas por um elemento de luz horizontal que passa sob a vidro traseiro.

Versatilidade máxima

Mas é o espaço interno que é uma das principais características deste EQB, que tem uma distância entre eixos de 2,83 metros e na terceira fileira, que pode acomodar dois adultos de até 1,65 metro de altura ou, de forma alternativa, dois assentos para crianças.

Mercedes EQB

A segunda fileira, por outro lado, pode deslizar longitudinalmente em 140 mm e pode ajustar os encostos para diferentes posições para garantir o máximo conforto também para os ocupantes traseiros. Quando deslocada para frente, por si só garante o acréscimo de 190 litros de capacidade de bagagem. Na variante de 5 lugares a capacidade varia entre 495 e 1.710 litros, enquanto que para o modelo de 7 lugares ela varia de 465 a 1.620.

  • Comprimento: 4,68 metros
  • Largura: 1,83 metro
  • Altura: 1,67 metro
  • Distância entre eixos: 2,83 metros
  • Capacidade de carga: 495-1.710 litros (465-1.620 na versão de 7 lugares)
Mercedes EQB - interior

Autonomia de até 419 km

Construído com base no EQA, o SUV elétrico será oferecido em várias versões com tração dianteira ou em todas as rodas e diferentes níveis de potência. Todas com baterias de 66,5 kWh produzidas nas fábricas da Daimler em Kamenz (Alemanha) e Jawor (Polônia). Diferentes níveis de potência, com as versões de maior desempenho da linha AMG capazes de entregar 292 cv.

A versão EQB 350 4Matic, por outro lado, será a de maior autonomia. De acordo com o ciclo WLTP, o modelo chegará a 419 km com uma única carga, com um consumo combinado de energia de 19,2 kWh/100 km. Com relação ao carregamento, o Mercedes EQB atinge 11 kW em corrente alternada e 100 kW em corrente contínua. Neste caso, leva cerca de 30 minutos para que a bateria avance de 10 a 80 por cento.

Mercedes EQB - traseira 3/4

Multimídia com atualização remota 

Ao entrar na cabine, o EQB revela um ambiente tipicamente Mercedes. Estão presentes as saídas de ar circulares com design de hélice 3D, apliques de alta tecnologia e um volante cromado de três raios. O destaque é a tela dupla, que está alojada em um único módulo que contém o quadro de instrumentos e a tela sensível ao toque do sistema de informação e entretenimento. Como os outros carros da Mercedes, ele tem atualizações remotas que também podem interferir no gerenciamento do trem de força.

Em termos de equipamentos, a Mercedes EQB possui a última geração de sistemas de assistência ao motorista. De série, oferece o sistema antiderrapante ativo e o sistema de assistência de freio ativo capaz de frear mesmo em velocidades urbanas na presença de veículos ou pedestres atravessando. Há também uma função de assistência na curva, função de corredor de emergência, sistema de prevenção de impacto lateral na presença de ciclistas ou veículos em sentido contrário, e um aviso que alerta as pessoas nas faixas de pedestres.

Estreia em 2021

Produzido inicialmente na fábrica húngara em Kecskemet e em Pequim, na fábrica que a empresa alemã criou em joint venture com o grupo BBAC, o carro estreará na China no final do ano. Em 2021, o EQB também estará à venda na Europa, enquanto que os Estados Unidos terão que esperar até 2022.

Também durante o ano, a Mercedes apresentará um quarto carro elétrico, o EQE, que será lançado em duas variantes de carroceria: sedã (uma espécie de irmão mais novo do EQS) e também SUV.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram