Conceitos Big Ant X e Little Ant Z antecipam o design e as tecnologias dos próximos carros elétricos

A Chery marcou presença no Salão do Automóvel de Xangai, o evento automotivo mais importante da China. Se apoiando em temas como tecnologia, mobilidade, condução autônoma e eletrificação, a Chery mostrou ao público sua nova plataforma para carros inteligentes, além de vários novos modelos, entre eles, dois conceitos de veículos elétricos bem interessantes. 

No evento, a Chery New Energy, divisão de veículos elétricos e inteligentes, apresentou seu novo posicionamento de marca como "a líder em viagens ecológicas e inteligentes". Entre os destaques da divisão está a nova plataforma @LIFE, desenvolvida para carros inteligentes que fez sua estreia mundial.

Também foram apresentados dois modelos conceitos da família "Ant": Little Ant Z e Big Ant X. As duas "formigas futuristas", totalmente elétricas, chamaram a atenção do público com o visual externo futurista e as tecnologias empregadas no interior.

Galeria: Chery Little Ant Z

Little Ant Z

Desenvolvido para a Geração Z, o Little Ant Z inaugura uma nova linguagem de design da Chery, que se destaca pelas linhas angulosas com faróis e lanternas de LEDs em formato de 'X'. Segundo a empresa, o subcompacto terá um sistema de condução autônoma nível 2 totalmente novo. Além disso, o pequeno carro elétrico será altamente personalizável e com autonomia que pode chegar aos 400 km com uma carga.

Em breve saberemos mais detalhes sobre a 'formiguinha' futurista, inclusive sobre a produção em série e previsão de chegada ao mercado chinês.  

Galeria: Chery Big Ant X

Big Ant X

Já o Big Ant X antecipa um SUV elétrico de porte médio. O conceito se destaca pelo interior amplo e futurista, dando aos passageiros a impressão de estarem em uma nave. Em termos de tecnologia, destaque para a capacidade V2X (energia para a rede elétrica), internet 5G e o sistema de condução autônoma inteligente nível 4.

O visual externo do 'formigão' elétrico adota um estilo mais arrendondado, moderno e de linhas fluídas. Os chineses chamam o design de algo que traduzimos como o "Grade de pulso de Xinghan", que se destaca ainda pela ausência de maçanetas externas e um grande número de conjuntos de luzes com LEDs.

Em termos de propulsão, o estudo está equipado com um sistema elétrico inteligente de tração nas quatro rodas, com autonomia de 600 km com uma carga. 

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Fonte: Autohome