Quando pensamos em uma viatura de polícia, geralmente vêm a cabeça carros grandes e robustos como os Ford Interceptor nos Estados Unidos, ou mesmo as clássicas Chevrolet Trailblazer e Toyota SW4 nas cidades brasileiras. Mas na Grécia um modelo muito menor (e simpático) foi adotado para compor a frota policial: o Citroën Ami, um veículo bem diminuto e 100% elétrico.

Como nós, você deve estar pensando qual o sentido de um Citroën Ami ser usado como viatura policial, principalmente se pensar que um modelo desses normalmente poderia ser utilizado em perseguições, entre outras atividades diárias que um carro de polícia deve cumprir. Mas como você pode perceber, o pequeno elétrico da marca francesa não tem o melhor perfil para ir atrás os infratores da lei. Porém, duas unidades do Citroën Ami foram escolhidos pela polícia de Chalki, uma pequena ilha na Grécia com território de apenas 27 km2.

Carros de polícia gregos Citroen
Carros de polícia gregos Citroen
Carros de polícia gregos Citroen

Sim, o modelo elétrico é mais do que capaz para atender as demandas da ilha grega, que tem menos de 1.000 habitantes (eram apenas 300 residentes na última pesquisa de 2012). Além das duas unidades do Citroën Ami, outros veículos elétricos da marca francesa foram adquiridos para compor a polícia local como o crossover ë-C4, a van ë-Spacetourer e o furgão ë-Jumpy. A medida é uma parceria entre a polícia da ilha de Chalki e a Citroën, uma iniciativa que visa zerar as emissões de carbono na região.

Considerado um quadriciclo na Europa,o Citroën Ami é bem pequeno e tem apenas 2,41 metros de comprimento, muito menor que um Fiat Mobi por exemplo, que tem 3,56 metros e entre-eixos de 2,30 m – apenas 11 cm a menos que o tamanho total do Ami. Ele é equipado com um motor elétrico de 8 cavalos (6 Kw) e uma bateria com capacidade de 5,5 kWh, o suficiente para proporcionar uma autonomia de 75 km com uma única carga no padrão WLTP. Com a bateria descarregada, o quadriciclo pode ser totalmente recarregado em aproximadamente 3 horas.

“Estamos muito felizes por colaborar com a ilha de Chalki neste projeto excepcional. Esta colaboração está totalmente no espírito da Citroën, uma marca inovadora e ousada, perto das pessoas no seu dia a dia e na sua mobilidade. Estamos empenhados em fazer eletrificação acessível a todos e temos muito orgulho de contribuir para a transformação de Chálki em uma ilha que será autônoma, conectada e sustentável ”, disse Vincent Cobée, CEO da Citroën.

A ideia da Citroën e seus parceiros locais, como a Syngelidis, representante oficial da marca na Grécia, tem a intenção de substituir todos os veículos a combustão por veículos elétricos para ajudar a ilha a fazer sua transição energética. A montadora afirma que os habitantes da ilha irão se beneficiar “de uma melhoria significativa na sua qualidade de vida, com menos ruído, melhor qualidade do ar, um ambiente mais limpo, bem como custos de energia reduzidos”. Por fim, a marca revela que comprará dois dos carros da frota e que doará ao município de Chalki após o período de aluguel gratuito de 48 meses da frota.