A gama de opções de modelos 100% elétricos deve ter um forte crescimento a partir do ano que vem

Um mercado de carros elétricos que ainda é reduzido, embora esteja crescendo rapidamente, o Brasil tem visto uma forte expansão das vendas desse tipo de veículo, que pouco a pouco vai deixando de ser algo 'exótico' em meio ao trânsito. E após superar um período atípico, com uma forte crise global, a expectativa para os anos seguintes é boa, com a previsão de diversos lançamentos de eletrificados no país. 

Não fosse a pandemia, crise global e alta do dólar, o cronograma de lançamentos de veículos 100% elétricos por aqui seria ainda maior. Alguns modelos cotados para o nosso mercado foram adiados e até cancelados, mas ainda resta uma boa lista com novidades para quem está de olho nos veículos zero emissão.

Confira abaixo os lançamentos previstos para 2021:


Audi e-tron GT

Aguardado com o modelo mais potente da linha e-tron, o GT será apresentado até o final deste ano e está confirmado para 2021 no Brasil. O sedã cupê elétrico promete desempenho esportivo aliado a zero emissões. Ele também se valera de um conjunto elétrico semelhante ao do primo Taycan, usando o mesmo sistema de 800 volts para reduzir o tempo de carregamento e com possibilidade recarga sem fio (Audi Wireless Charging).

Outro destaque é que a versão de alto desempenho RS também foi confirmada para o país. Ela ainda não teve as especificações reveladas, mas é relatado se tratar do carro mais potente já produzido pela Audi até hoje.

Galeria: Audi e-tron GT concept 2019


Audi e-tron S

A marca premium alemã também confirmou que o e-tron Sportback S chegará ao país em 2021. Trata-se da versão com apelo esportivo baseada no SUV coupé e-tron Sportback regular, que já está disponível por aqui. A variante 'S' coloca um tempero adicional na receita bem sucedida da linha e-tron com o acréscimo de 100 cv de potência (503 cv e 99,2 kgfm de torque no total), dirigibilidade aprimorada, kit visual mais agressivo, rodas maiores e acabamento exclusivo.

Galeria: Audi e-tron S Sportback


Chevrolet Bolt 2022

O primeiro carro zero emissões da GM no país passará por uma reestilização que foi adiada para 2021. O Bolt foi o carro elétrico mais vendido do país no primeiro semestre e certamente a renovação visual externa com a incorporação de um controle de cruzeiro adaptativo atualizado, um novo sistema de informação e entretenimento e acabamento interno de melhor qualidade podem dar um gás extra frente aos novos concorrentes elétricos. 

Chevrolet Bolt no Brasil

Ford Mustang Mach-E

O primeiro carro elétrico "puro" da Ford está cotado para o Brasil desde o seu lançamento. Com produção iniciada no México há poucas semanas, o Mustang Mach-E terá uma ampla gama de versões e opções de propulsão com potência entre 258 cv e 42,3 kgfm e 465 cv e 84,6 kgfm. A autonomia oscilará entre 370 e 483 km com uma carga. 

Galeria: Ford Mustang Mach-E (Europa)


Fiat 500 elétrico

Mais um modelo que estava confirmado para o Brasil neste ano mas que acabou sendo adiado, o Fiat 500 elétrico pode ser o primeiro eletrificado da FCA a estrear por aqui. Com proposta urbana e a novidade da versão 3 portas, o compacto é equipado com um motor de 118 cv que permite acelerar de 0 a 100 km/h em 9 segundos e alcançar a velocidade máxima de 150 km/h. Ele pode percorrer até 320 km com uma carga (na versão com maior capacidade de bateria).   

Galeria: Fiat 500 elétrico


Volkswagen e-up!

Sucesso de vendas na Europa, onde teve as vendas suspensas por excesso de pedidos, o pequeno VW e-up é cotado para chegar ao Brasil em 2021 como uma resposta ao Fiat 500e. Equipado com um motor elétrico de 83 cv e 21,6 kgfm de torque, o carrinho urbano da VW pode rodar até 260 km com uma carga. Vale lembrar que a versão elétrica importada da Europa é homologada para 4 ocupantes e mede 3,60 metros, sendo menor que o up! brasileiro, que foi 'esticado' para atender ao mercado local.

Galeria: Volkswagen e-up! 2020


Renault Zoe 2020

Um dos primeiros carros elétricos das grandes marcas a estrear no Brasil, o Renault Zoe chegou ao país quando o modelo reestilizado havia acabado de ser apresentado na Europa. No mês passado, o hatchback elétrico teve um aumento substancial de preço, passando de R$ 147 mil para R$ 203 mil, provavelmente um 'ajuste' se preparando para a chegada do modelo atualizado, que não deve ficar muito distante desse valor.

Além do visual levemente atualizado, o 'novo Zoe' se destaca pelo melhor desempenho e maior autonomia, bem como uma lista mais completa de equipamentos, que inclui faróis de LEDs, sistema de reconhecimento de sinais de trânsito e sistema de recuperação de energia da frenagem, entre outras comodidades.    

Galeria: Renault Zoe 2020 - fotos de estúdio


Peugeot e-208 GT

Apresentado em setembro no país, a nova geração do Peugeot 208 trouxe junto com as novidades tecnológicas a versão 100% elétrica que será importada da Europa a partir do início do ano que vem.

Elogiado pela qualidade de construção e prazer ao dirigir, o 208 elétrico já pode ser reservado no país e está equipado com o motor elétrico de 136 cv (100 kW) e 26,5 kgfm de torque alimentado por uma bateria de 50 kWh. O conjunto propulsor garante aceleração de 0 a 100 km/h em 8,3 segundos e velocidade máxima de 150 km/h - a autonomia é de 340 km com uma única carga (WLTP). 

Galeria: Novo Peugeot 208 2021 (BR)


JAC A5 EV/ iEV70

Desenvolvido em parceria com a Volkswagen, o sedã com estilo fastback foi apresentado em 2019 como JAC iC5 EV na China e deve ser batizado por aqui como iEV70. Medindo 4,77 m de comprimento e com entre-eixos de 2,76 m, este JAC tem porte intermediário entre sedãs médios e sedãs grandes. 

O trem de força conta com um motor elétrico de 204 cv de potência e 34,7 kgfm de torque, suficientes para garantir uma arrancada de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos. A bateria tem capacidade de 64 kWh e promete autonomia de 550 km com uma carga. 

Galeria: JAC iC5 / iEV70


Volvo XC40 Recharge Electric

O primeiro carro 100% elétrico da Volvo está confirmado para chegar ao Brasil em meados de 2021. Ele começou a ser produzido recentemente na Bélgica e terá como destaque o desempenho extraído do seu conjunto propulsor com dois motores elétricos para um total de 413 cv e 67,3 kgfm. A Volvo diz que ele alcança os 100 km/h em 4,9 segundos e tem velocidade máxima limitada em 180 km/h. 

Galeria: Volvo XC40 Recharge (2020)