Plataforma Nacional de Mobilidade elétrica faz evento de lançamento do 1º Anuário Brasileiro da Mobilidade Elétrica

Com a mobilidade elétrica dando seus primeiros passos no país, o Brasil começa a ver despontar entidades e plataformas com o objetivo de reunir conhecimentos e projetar caminhos e soluções para a transição energética. E um passo importante é a divulgação pela Plataforma Nacional de Mobilidade Elétrica do 1º Anuário Brasileiro da Mobilidade Elétrica. 

Elaborado com a participação de vários especialistas, entre os quais representantes da academia, indústria, governo e sociedade civil, o anuário apresenta um amplo panorama do setor no País e tem o propósito de gerar conhecimento para estimular o crescimento do mercado, fomentar a capacitação profissional e oferecer bases ao desenvolvimento de políticas públicas para o tema.

Segundo o coordenador-executivo da PNME, Marcus Regis, a interatividade entre os integrantes da Plataforma produz uma arena estimulante de cérebros e mãos, que juntos contribuíram para a elaboração do Anuário. Para ele, o estudo é uma construção constante, com ajuda de pessoas que trabalham a favor da mobilidade elétrica no Brasil. No entanto, Regis ressalta que há questões a se considerar, como a afirmação de que “o veículo elétrico não pode ser o fim em si próprio”. “Não é apenas o veículo elétrico, mas tudo aquilo que ele proporciona à sociedade”, justificou.

Já para Flávia Consoni, professora da Unicamp, a consolidação do estudo visa trazer o tema para dentro da realidade brasileira, guiando o olhar para desmistificar a ideia de que veículos elétricos são restritos apenas para a elite. Ela sugere pensar no setor de mobilidade elétrica como um aliado para a mobilidade sustentável e explica que “segurança, inclusão e acessibilidade são bandeiras fortes da mobilidade sustentável”. “O Anuário apresenta convergências e caminhos sobre como a mobilidade elétrica complementa tudo isso e seu impacto no crescimento econômico, no desenvolvimento industrial e tecnológico”, afirmou.

Ao todo, são 180 páginas repletas de informações que contribuem para a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico, e vão de encontro coma proposta de aumentar esse sincronismo das organizações da sociedade civil que tratam da mobilidade elétrica.

Segundo Edgar Barassa, da BCC Consulting, o material apresenta visões de diversos atores e expõe quais tipos de movimentos têm sido feitos. “Existem muitos Estados, regiões e organizações que têm se mobilizado para compilar os avanços da mobilidade elétrica no Brasil, logo, o anuário serve como um fio condutor que organizou todas essas ações”.

Para ter acesso ao conteúdo completo (totalmente gratuito) basta acessar o link abaixo e fazer o download do arquivo: 

1º ANUÁRIO BRASILEIRO DA MOBILIDADE ELÉTRICA


Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram