Nova família de compactos elétricos tem como meta preço de US$ 22 mil.

Após descartar a Seat como responsável pelo novo projeto de um carro elétrico barato, a Volkswagen agora parece ter novos planos. Segundo o Automotive News, o grupo alemão está reconsiderando qual de suas marcas irá desenvolver uma nova família de compactos urbanos elétricos de baixo custo, com preço estimado até US$ 22 mil.

Com três opções de subcompactos elétricos no portfólio, VW Up!, Skoda Citigo e Seat Mii, eles são essencialmente o mesmo carro, um VW e-Up apenas com uma roupagem diferente para refletir cada uma das submarcas. Mas parece que agora a gigante alemã tem uma nova estratégia, podendo trabalhar em sua nova arquitetura MEB EV para deixá-la menor e mais barata. 

Além disso, embora ainda não seja oficial, afirma-se que agora será a própria Volkswagen quem irá liderar os projetos, com os executivos do Grupo VW acreditando que isso será “mais eficiente em termos de sinergias”, de acordo com uma fonte próxima à Seat.

O primeiro requisito é que a moderna plataforma MEB seja reduzida para menos de 4 metros de comprimento, para que seja adequada ao seu objetivo. E parece que o principal desafio não será tornar a plataforma menor e adaptá-la para funcionar em um veículo menor que o ID.3 - o complicado será manter os custos baixos.

A Volkswagen quer que o veículo final custe menos de € 20.000 ou cerca de US$ 22.000 (após incentivos). Para que isso se torne realidade, o grande desafio é deixar a plataforma que sustenta o veículo um terço mais barata do que o valor atual para atingir esse objetivo.

Vale lembrar que a Volkswagen provavelmente não está se referindo ao ID.1, um modelo mais refinado no qual acredita-se que a marca já esteja trabalhando. Esta nova linha será de urbaninhos ainda mais acessíveis e que devem ser vendidos sob a própria marca Volkswagen. 

Fonte: AutomotiveNews

Galeria: Volkswagen e-up! 2020