Versão reestilizada terá sistema PHEV emprestado do primo Range Rover Sport

Apresentada ao mercado internacional no final de 2016 (e lançada no Brasil em 2017), a atual geração do Land Rover Discovery não deve demorar para receber a chamada reestilização de meia-vida. Conforme adiantam as imagens deste flagra, protótipos camuflados já estão circulando em testes e o lançamento do modelo atualizado não deve demorar para acontecer.

Visualmente, os retoques serão leves e devem apenas realçar os traços já característicos do Discovery. Apesar de os protótipos ainda não mostrarem claramente, haverá nova assinatura de LED para os faróis, grade revisada e para-choque remodelado. Rodas redesenhadas e lanternas com nova iluminação completarão o conjunto.

Galeria: Land Rover Discovery reestilizado - Flagra

Na mecânica, porém, as novidades serão mais significativas. Entre as principais, destaque para a oferta de uma inédita variante híbrida do tipo plug-in. Apesar dos detalhes ainda desconhecidos, tudo indica a variante herdará o conjunto PHEV já oferecido nos Range Rover Sport e Vogue, ou seja, motor 2.0 Ingenium turbo de 300 cv e 40,8 kgfm de torque associado a uma unidade elétrica de 116 cv.

Nos Range Rover, a potência combinada é de 404 cv a 5.500 rpm e o torque de 65,3 kgfm entre 1.300 e 4.500 rpm. Sozinho, o motor elétrico rende autonomia de 48 km. Já no modo combinado, com os dois motores em ação, o alcance chega aos 784 km - com consumo de até 30 km/l, segundo o ciclo de testes europeu WLTP. Resta sabe se no Discovery os números ficarão próximos.

Fonte: Automedia