Emmanuel Macron anuncia mega incentivo para compra de veículos elétricos

Antes mesmo do anuncio do mega incentivo aos carros elétricos pela União Europeia, o governo francês saiu na frente e anunciou um grande plano de recuperação econômica para o país. O programa inclui a cifra de 1,3 bilhão de euros (R$ 7,7 bilhões) para incentivos aos veículos elétricos, um esforço que pretende reduzir os preços dos carros elétricos em quase 40% em alguns casos.

Anunciado nesta semana pelo presidente da República, Emmanuel Macron, as medidas de apoio a indústria automotiva para enfrentar a pandemia de coronavírus se alia ao desejo de tornar a França o principal produtor de carros elétricos na Europa.

Galeria: Renault Zoe 2020

"Este é um plano histórico para enfrentar uma situação histórica", disse Emmanuel Macron, enquanto detalhava os incentivos de um plano de resgate que totaliza 8 bilhões de euros para a indústria automobilística do país. Falando especificamente sobre a mobilidade elétrica ele completou: "O próximo na indústria automotiva é a mobilidade elétrica".

Confira abaixo os valores individuais dos incentivos:

  • Subsídio de € 7.000 (R$ 41.400) na compra de um carro elétrico por pessoas físicas 
  • Subsídio de € 5.000 (R$ 29.600) na compra de um carro elétrico por empresas
  • Subsídio de € 2.000 (R$ 11.900) na compra de um carro híbrido plug-in

É importante destacar que o bônus para híbridos plug-in está de volta após seu desaparecimento alguns anos atrás. 

Bônus de demolição

Também chamado de bônus de conversão, esse incentivo teve o teto aumentado. O valor anunciado por Emmanuel Macron é de 3.000 a 5.000 euros (R$ 17.700 e R$ 29.600) para a compra de um veículo elétrico. Segundo o Chefe de Estado, 3/4 dos franceses podem se beneficiar, dependendo da renda declarada, naturalmente. No entanto, é limitado a apenas 200.000 veículos. 

Estações de carregamento

O presidente também anunciou uma aceleração da melhora na infraestrutura de carregamento com a instalação de mais pontos de recarga no país. A meta é entregar 100.000 terminais até 2021, um ano antes do prazo programado. 

Galeria: Avaliação: Peugeot e-208