Marca premium da Chery iniciará a produção local em 2021

  • Divisão premium da Chery chegará ao país em 2021
  • Portfólio de modelos conta com os SUVs LX e TX
  • O híbrido Exeed TX já possui o registro de patentes no Brasil

Após ser cotada muitas vezes para o Brasil, a marca Exeed enfim chegará ao país. Em entrevista ao Estado de Minas, o presidente da Caoa Chery, Marco Alfonso, confirmou que a matriz chinesa autorizou a produção do primeiro modelo nacional no início de 2021. Segundo o executivo, o modelo contará com "com alto padrão de acabamento e tecnologia, que concorrerá com modelos de marcas como BMW e Mercedes-Benz". 

Marca premium da Chery, a Exeed foi apresentada ao mundo em 2017, durante o Salão de Frankfurt. O modelo de estreia era o TX, um crossover médio que segundo a empresa chinesa tem um padrão de qualidade de construção e nível de tecnologia em condições de enfrentar as marcas tradicionais ocidentais. 

Galeria: Exeed TX

Exeed TX

Projetado com foco no mercado europeu, Exeed TX chegou a ser registrado também pela marca chinesa no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) em 2018. No mesmo ano, o proprietário da Caoa, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, disse que o TX seria o modelo escolhido para o nosso mercado, inclusive com a motorização híbrida.

No entanto, os planos mudaram e o grupo Caoa Chery apostou em modelos da própria Chery como o Tiggo 5x, Tiggo 7, Arrizo 5, além de mais lançamentos previstos ainda para 2020, de acordo com a fala de Alfonso ao Estado de Minas.

Exeed TX

Com visual atraente, o TX mede 4,66 metros de comprimento e 2,69 metros de entre-eixos, o que garante amplo espaço interno. Ele terá versões turbo de 1,6 litro (190 cv) e híbrida de recarga externa (plug-in), com propulsor 1,5 turbo associado ao motor elétrico para 218 cv de potência combinados. Ambas têm tração integral.

Produção em 2021

Ainda não foi divulgado qual modelo irá "inaugurar" a marca de luxo da Chery no Brasil, todavia, diferente das expectativas iniciais, a previsão é que a Caoa Chery comece a produzir o modelo Exeed LX em nosso mercado, com o híbrido TX ficando para um segundo momento. A conferir.

Fonte: Estado de Minas/Vrum

Acompanhe o InsideEVs nas redes sociais: