Entre os objetivos está a popularização dos veículos elétricos na União Europeia

  • Bateria de estado sólido promete mais potência, segurança e maior confiabilidade
  • Europa quer reduzir a dependência dos fornecedores chineses de baterias
  • Tecnologia quer tornar os veículos elétricos mais baratos

Considerando que o desenvolvimento de baterias mais eficientes é uma das questões cruciais para a popularização dos carros elétricos, a Europa anunciou nesta semana o lançamento do ASTRABAT. Trata-se de um mega projeto com o objetivo de lançar uma inovadora bateria de íon de lítio (Li-ion) de estado sólido para veículos elétricos no Velho Continente. 

Em um esforço para reduzir a dependência dos fornecedores chineses, que dominam esse segmento, a Europa está apostando suas fichas neste plano chamado ASTRABAT, abreviação de 'All Solid-sTate Reliable BATtery'. O objetivo é atender à necessidade local de uma bateria com maior densidade de energia e potência, maior segurança, um ciclo de vida mais longo e maior faixa de temperatura durante a operação, além de sustentável e viável comercialmente. Tudo para contribuir com o objetivo de produzir carros elétricos mais baratos.

Galeria: Polo de desenvolvimento de baterias da Volkswagen

Aprovado e financiado pela União Europeia, o projeto é liderado por um consórcio de 14 parceiros de oito países europeus e liderado pela França. Inclui os principais centros de pesquisa e universidades, além de empresas especializadas em baterias e energia - o orçamento é de de quase oito milhões de euros.

baterias

O projeto tem cinco objetivos principais:

  • Desenvolvimento de materiais para um eletrólito híbrido sólido e eletrodos que permitem células de íons de lítio de estado sólido com alta densidade de energia, alta tensão e segurança.
  • Projeto de uma nova geração de células por meio de técnicas de processamento compatíveis com os métodos existentes de fabricação de células em grande escala (10Ah) e validação de um protótipo piloto em um ambiente industrial.
  • Desenvolvimento de uma geração de células de estado sólido até 2030.
  • Definir uma arquitetura de célula eficiente para atender às crescentes demandas de segurança.
  • Estruturação de toda a cadeia de valor de baterias de estado sólido, incluindo design ecológico, fim da vida útil e reciclagem.

Bastante ambicioso, este projeto está inserido no plano europeu para aumentar a mobilidade elétrica e ajudar a atingir sua meta de reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 80-95% até 2050. "É de importância estratégica para a Europa crie uma bateria de íon de lítio que seja competitiva e permita independência em seus modelos de transição energética ", diz um comunicado da Comissão. 

Fonte: Astrabat

Galeria: Renault Zoe 2020