Enquanto o total de vendas despencou na pandemia, os eletrificados se mantiveram estáveis

  • Vendas totais caem 28% mas veículos eletrificados se mantém durante a pandemia
  • Hyundai já vendeu mais de 30 mil veículos elétricos e híbridos plug-in em 2020

As vendas globais de carros da Hyundai caíram em maio mais de 28% na comparação ano a ano, para 111.493 unidades, mas o segmento de carros elétricos e híbridos plug-in conseguiu igualar o nível alcançado a partir de 2019.

De acordo com os dados do fabricante, cerca de 6.690 veículos híbridos plug-ins foram vendidos no mês passado (um aumento de 0,1% em relação ao ano anterior), o que permitiu alcançar uma participação recorde no volume geral: 6,0%.

Após os primeiros cinco meses de 2020, a Hyundai vendeu quase 30.700 carros elétricos e plug-in, um número ligeiramente superior ao visto em 2019.

Vendas de veículos elétricos e plug-in - maio de 2020

external_image

Vendas por tipo de propulsão:

  • Veículos elétricos a bateria: 6.028 (aumento de 9,6%)
  • Híbridos plug-in: 662 (queda de 33,9%)
  • Total de plug-ins: 6.690 (aumento de 0,1%)
  • Veículos a células de combustível: 342 (queda de 33,3%)
external_image

Resultados de modelos plug-in:

 

A gama de modelos da Hyundai consiste basicamente de três plug-ins no momento - dois elétricos e um híbrido plug-in. O mais importante é o Kona Electric, que a partir de março passou a ser produzido também na Europa.

  • Hyundai Kona Electric - 4.852 e 20.258 (acumulado de 2020)
  • Hyundai IONIQ Electric - 1.176 e 7.018 (acumulado de 2020)
  • Hyundai IONIQ Plug-In 662 e 3.411 (acumulado de 2020)
  • Total: 6.690 e 30.687 (acumulado de 2020)

O modelo a célula a combustível de hidrogênio - Hyundai NEXO - registrou 342 vendas (2.744 no ano), principalmente na Coreia do Sul.

external_image

Galeria: Hyundai Kona EV 2019 - teste