Utilitário contará com um sistema de condução autônoma - nível 2

  • Trata-se do primeiro modelo da Chery com a nova identidade visual
  • Marca chinesa está estreando a nova plataforma elétrica construída em alumínio

Poucas semanas após ter o visual definitivo revelado, o projeto S61, que dará origem ao primeiro SUV elétrico da Chery, está finalizado e começará a pré-venda até o fim de agosto. Segundo a imprensa chinesa, também está confirmado que o utilitário será equipado com um sistema de condução autônoma - nível 2. 

Estratégico para a Chery, este inédito utilitário será o responsável por inaugurar a nova linguagem de design, uma mudança radical em relação ao estilo atual. Além disso, trata-se do primeiro veículo da marca construído sobre a nova plataforma elétrica desenvolvida pela própria Chery Auto, chamada LFS, que se destaca por utilizar predominantemente alumínio em sua composição. O novo modelo mede 4.630 mm de comprimento e ostenta um amplo entre-eixos de 2.805 mm, enquanto o porta-malas traseiro abriga 386 litros (1.250 litros com os bancos rebatidos) e o dianteiro 60 litros.

Galeria: Chery - SUV elétrico (China)

O design chama a atenção principalmente pela dianteira com o conjunto ótico dividido (LEDs na parte superior e projetor na parte de baixo) e uma falsa grade frontal. Uma das características é a linha de cintura alta e uma faixa cromada que percorre toda a lateral inferior e na traseira uma fileira de LEDs que interliga as lanternas.

A cabine tem aspecto moderno e possui um amplo quadro de instrumentos totalmente digital e sistema de entretenimento no console central. Há recursos tecnológicos como reconhecimento de voz AI, reconhecimento facial, tecnologia 5G, carregamento sem fio para celular e controle de temperatura com sistema de purificação do ar, entre outros itens. 

Falando sobre o sistema de condução autônoma disponível para o veículo, ele será nível 2 e incluirá 20 sensores inteligentes (12 radares ultrassônicos, 1 câmera de visão frontal, 4 câmeras de visão 360º, 3 radares de ondas milimétricas), frenagem automática de emergência, alerta e assistente de permanência em faixa, controle de cruzeiro adaptativo, park assist, alerta de colisão dianteira e alerta de colisão com pedestres.

Em termos de propulsão, o SUV elétrico da Chery será equipado com um motor elétrico de 130 kW (177 cv) e torque máximo de 28,5 kgfm montado no eixo traseiro. Ainda não foi divulgada a capacidade da bateria, mas a autonomia homologada pelo NEDC (um ciclo mais otimista que os padrões WLTP e EPA) é de 510 quilômetros com uma carga.

Fonte: AutoHome