Sem mudanças na lista de equipamentos, elétrico teve aumento de R$ 55 mil

Um dos carros elétricos mais baratos à venda no Brasil e um dos primeiros das grandes marcas a chegar ao nosso mercado, o Renault Zoe teve um aumento expressivo nos preços das duas versões comercializadas por aqui e agora custa a partir de R$ 203.678.

Em que pese a desvalorização acentuada do Real e os reajustes de veículos elétricos de outras montadoras, o aumento de preços do Zoe surpreendeu com uma diferença de mais de R$ 50.000, onde a versão de entrada Life passou de R$ 147.990 para R$ 203.678 - um aumento real de R$ 55.688. Já a variante mais equipada Intense foi de R$ 149.990 para R$ 205.678. 

Galeria: Renault Zoe no Brasil

Dessa forma, o Zoe vendido no Brasil, que está atrasado em relação ao modelo europeu (na 2ª geração), se aproxima em preço dos principais concorrentes como Nissan Leaf (R$ 209.990), Chevrolet Bolt (R$ 223.890) e JAC iEV60 (R$ 210.000), todos com maior desempenho e autonomia da bateria (pelo ciclo WLTP). 

Desde a versão de entrada, o Renault Zoe vem equipado com luzes diurnas, ar condicionado automático, sistema multimídia com tela de 7", Bluetooth, sistema de navegação, controle de cruzeiro, quadro de instrumentos digital e rodas de liga leve aro 16", entre outros itens. O modelo mais equipado Intense acrescenta faróis com acendimento automático, sistema de som premium e vidros elétricos traseiros. 

renault-zoe-preco

De acordo com as especificações que constam no configurador da Renault, o compacto segue equipado com o motor elétrico de 92 cv de potência e 22,4 kgfm de torque alimentado por baterias de íons de lítio de 41 kWh, suficientes para 300 km de autonomia com uma carga pelo padrão WLTP, aceleração 0 a 100 km/h em 13,2 segundos e velocidade máxima de 135 km/h.