Rumores apontam que a próxima geração do tradicional esportivo irá aposentar os motores a gasolina

Como todos sabemos, o fim do velho motor a combustão é inevitável. Não vai acontecer hoje ou amanhã, mas já há muitos sinais de que esse tipo de propulsão está sendo gradualmente aposentado. Uma nova matéria afirma que até mesmo um dos esportivos mais populares do mundo irá se render ao motor elétrico antes do final da década. De acordo com o Autoline Daily, o Mustang de duas portas seguirá os passos do Mach-E, tornando-se puramente elétrico.

Não vai acontecer da noite para o dia, pois o relatório afirma que a Ford iniciará a produção do Mustang sem um propulsor EcoBoost ou V8 somente em dezembro de 2028, o que o tornaria um modelo 2029. Curiosamente, o Autoline Daily afirma que o elétrico será efetivamente o Mustang da próxima geração, o que implica que o atual modelo de sexta geração (S550) permanecerá no mercado por mais sete anos, apesar de ter sido lançado no final de 2013.

Galeria: Ford Mustang Lithium EV Concept

A produção está programada para ocorrer na Flat Rock Assembly da Ford em Michigan, onde o modelo atual está sendo montado. Parece um pouco estranho para o Mustang existente ter o que seria um ciclo de vida de 15 anos, então um cenário possível é que haja uma atualização antes da chegada do elétrico que não seja tão profunda. 

Em outras palavras, o próximo Mustang ainda com motores a combustão pode não ser tão diferente em comparação com o modelo atual, uma vez que será lançado para o ano modelo 2022 ou 2023. Uma matéria anterior do Automotive News afirmou que o S650 entraria em produção no quarto trimestre de 2022 e teria um ciclo de vida de até oito anos. Também surgiram conversas sobre um sistema de tração nas quatro rodas, mas nada é oficial neste momento.

Agora temos relatórios contraditórios sobre o futuro deste esportivo tão popular, e muita coisa pode mudar entre agora e o final de 2028. Parece altamente improvável que o Mustang atual permaneça sem mudanças até lá. Além do Mach-E, a Ford já eletrificou seu pônei-car de algumas formas, lançando nos últimos anos os conceitos Cobra Jet 1400 e Lithium EV.

Esses carros mostram que as pessoas por trás do Mustang estão ativamente brincando com a ideia de remover seu motor a gasolina, mas apostamos que levará um tempo até que os clientes não tenham nenhuma outra opção a não ser usar a eletricidade.