Oito em cada 10 motoristas acham que os veículos elétricos ainda são muito caros

Um em cada dez motoristas planeja comprar um carro elétrico quando chegar a hora de trocar o veículo atual, de acordo com uma pesquisa recente feita no Reino Unido. Um estudo do RAC descobriu que 9% dos motoristas pesquisados ​​esperam que seu próximo carro seja um veículo elétrico, mas oito em cada dez ainda acham que os carros elétricos a bateria são muito caros.

A pesquisa conduzida como parte do Relatório anual do RAC sobre Automobilismo entrevistou 3.000 motoristas, revelando um desejo crescente de possuir um veículo elétrico em comparação com os anos anteriores. No estudo de 2019, apenas 6% planejavam comprar um elétrico na sequência, e esse número era de apenas 3% em 2018.

Galeria: Porsche Taycan Turbo S (BR)

Preocupação com o preço

No entanto, 78% dos entrevistados disseram que achavam que os carros elétricos ainda eram muito caros quando comparados com os carros convencionais. Uma grande proporção dos entrevistados disse que gostaria de ver incentivos do governo para ajudar a aumentar a aceitação de elétricos, com 53% a favor de um corte de IVA em elétricos e 48% apoiando alguma política de descarte.

Mas o custo não é a única preocupação para os motoristas, com quatro em cada 10 (43 por cento) dizendo que querem que o governo estabeleça uma meta "obrigatória" para o acesso a estações de carregamento públicas. Quase 3 em cada 10 (28%) também querem ver o custo da recarga em um ponto público limitado para evitar a especulação.

Mais autonomia

E os motoristas também querem carros com ampla autonomia com uma única carga. De acordo com os entrevistados da pesquisa, um alcance de 375 milhas (600 km) é desejado, apesar de quase 6 em 10 (58%) viagens de carro sejam inferiores a ínfimos 8 km. No momento, o RAC diz que o alcance médio dos 10 veículos elétricos mais populares é de apenas 235 milhas (378 km), com apenas um modelo - o Tesla Model S - oferecendo a autonomia exigida pelos clientes.

"Com 2030 agora claramente definida como a data para o fim da venda de novos carros e vans a gasolina e diesel, o ímpeto por trazer mais VEs está crescendo", disse o porta-voz do RAC Data Insight Rod Dennis."E está claro que uma proporção cada vez maior de motoristas está respondendo, com quase um em cada 10 planejando agora optar por um elétrico puro na próxima vez que trocarem de carro."

"Mas a maior barreira para um motorista que escolhe um carro elétrico em vez de um movido a gasolina ou diesel tem que ser o custo. Embora bons negócios de leasing financeiro e ofertas, como recarga gratuita em casa por um determinado período possam ajudar, parece que o preço de muitos VEs novos permanece proibitivamente alto para muitas pessoas, com a maioria dos motoristas ansiosos para obter mais ajuda financeira do governo para reduzir os custos"

Fonte: RAC