Gigante da tecnologia vai investir US$ 10 bilhões para ter seu carro elétrico, que estreia por volta de 2024

Já sabemos que o primeiro carro da Xiaomi será um 'carro elétrico para as massas' e também que ele pode ser um SUV ou um sedã. E agora, o CEO da empresa, Lei Jun, disse que a decisão de produzir um carro elétrico da casa foi tomada em 75 dias, que, segundo o executivo, inclui o tempo de pesquisa necessário para determinar se um elétrico da marca seria algo viável. 

No entanto, apesar dessa decisão relativamente rápida, isso não quer dizer necessariamente que o carro elétrico da Xiaomi irá chegar ao mercado tão cedo. A empresa ainda precisa assinar uma parceria para produzir o seu veículo, que tem grandes chances de ser a Great Wall, o que seria um nome de peso.  

Galeria: Baojun E300

*O elétrico Baojun E300 utiliza um software com funções de automação desenvolvido pela Xiaomi

Pessoas próximas ao projeto, acreditam que o primeiro carro elétrico da gigante de tecnologia provavelmente chegará ao mercado entre 2023 e 2024, pelo menos. Por sua vez, a Apple também segue com o desenvolvimento do seu ambicioso projeto do Apple Car, que está sendo chamado de Projeto Titan e estima-se que esteja finalizado entre 2024 e 2025. 

Quanto à proposta do 'Xiaomi car', a empresa fala em um carro elétrico de US$ 15.000, embora tenha enfatizado que será um veículo equipado com tecnologia de vanguarda. Isso significa que na prática o rival do Apple Car pode custar bem mais que isso. 

Pouca coisa foi divulgada a respeito do projeto, mas o executivo disse que o carro seria desenvolvido usando a expertise da Xiaomi em segmentos como casas inteligentes e purificadores de ar, então há uma chance de ele vir com várias inovações no que diz respeito a combater a poluição e garantir uma cabine com ar mais puro. 

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Fonte: Autoevolution