Modelo é destinado principalmente aos serviços de saúde, mas também pode ser comprado por pessoas 'comuns'

Definitivamente começou a invasão dos pequenos carros elétricos chineses à Europa. E a novidade agora vem da Alemanha, o minúsculo Elaris Zhidou, que chega ao mercado local para quebrar o padrão de preços. 

Esse mesmo carro é vendido na China como Zhidou D2 ou Zotye E20 e agora vamos dar uma olhada nas dimensões: 2,81 metros de comprimento, 1,54 metros de largura, 1,55 metros de altura e uma distância entre eixos de 1,76 metros são aproximadamente o porte de um Smart Fortwo. Há pneus 145/60 R13 na dianteira e 155/50 R14 na traseira. 

Galeria: Elaris Zhidou

Uma bateria com capacidade de 27 kWh abastece o motor elétrico de 36 kW (49 cv) e a Elaris anuncia que o consumo é de apenas 9,7 kWh por 100 km e a autonomia WLTP deve ficar na casa dos 225 quilômetros. O Zhidou, que pesa 895 quilos, atinge a velocidade máxima de 102 km/h.

Como público-alvo, a Elaris tem principalmente serviços de enfermagem e serviços sociais e de saúde. De acordo com a ficha técnica, a bateria (com garantia de quatro anos) só pode ser carregada com o plugue tipo 2 e uma carga completa leva 8 horas. 

A lista de equipamentos do Zhidou extensa: há apenas o airbag do motorista, mas o carrinho tem ar condicionado, volante multifuncional, luzes traseiras de LEDs, bancos esportivos (!) com visual que imita couro, rodas de liga leve, câmera de ré, Keyless Go e até um sistema de navegação. 

O preço é ainda mais espantoso: 18.120 euros na tabela e apenas 8.550 euros (R$ 52.600) após o abatimento dos bônus e incentivos. Assim, o mini-carro chinês pode incomodar bastante o (embora maior) Dacia Spring. 

Se for utilizado o programa de financiamento "Sozial und Mobil" para renovação de frotas no setor social e de saúde, com validade até 1 de março de 2022, o preço despenca para surpreendentes 3.550 euros (R$ 21.860). Isso tornaria o Elaris Zhidou um dos carros elétricos completos mais baratos do mercado. Aparentemente, o leasing também parece ser possível a partir de 20 euros mensais sem entrada. 

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Galeria: Elaris Zhidou