Chefão Global de Eletrificação da Ford fala sobre os novos passos da montadora

Cada vez mais fabricantes estão eletrificando todas as suas linhas, com a promessa de oferecer uma variante híbrida, híbrida plug-in ou 100% elétrica para seus veículos. A Ford ainda não prevê algo neste nível, mas confirma que irá vender mais carros e picapes que utilizem algum tipo de motor elétrico. Na CES, maior feira de tecnologia do mundo que acontece em Las Vegas, conversamos com Ted Cannis, Diretor Global de Eletrificação da Ford, sobre o caminho que a montadora irá trilhar neste novo mundo. De acordo com o executivo, o primeiro passo será focar nos modelos de maior volume e que estejam na maioria dos mercados.

Cannis evitou entrar em detalhes, com receio até de confirmar o desenvolvimento da F-150 elétrica - algo curioso, já que a própria Ford mostrou um vídeo dela em testes. A picape é um dos modelos mais importantes da fabricante, por ser o veículo mais vendido dos EUA há 43 anos, o que justifica que seja o próximo modelo elétrico da empresa. A previsão é que seja lançada em 2021, junto com uma opção híbrida.

Cannis ainda confirmou que a plataforma do Mustang Mach-E será usada por outros carros elétricos da empresa. A fabricante está mudando sua linha para trabalhar com apenas cinco arquiteturas globais, reduzindo custos de produção. E, como é modular, a base do crossover pode ser adotada por veículos de outros tamanhos.

Reboque do protótipo Ford F-150 EV

Quando questionado sobre a possibilidade de usar a plataforma MEB da Volkswagen, aproveitando a parceria entre as duas fabricantes, o executivo respondeu apenas que "existe a possibilidade de trabalhar com outras empresas". Recentemente, rumores apontavam que a Ford estaria negociando o uso da arquitetura MEB para criar um crossover menor que o Mustang Mach-E, algo que foi negado pela empresa pouco tempo depois.

A eletrificação da linha da Ford acontecerá de acordo com a nova estratégia da fabricante, investindo mais em SUVs, crossovers e picapes do que em hatchbacks e sedãs. O primeiro modelo é o novo Escape, que já tem uma versão híbrida convencional e ganhará uma variante híbrida plug-in ao longo de 2020. O SUV baseado no Focus é um dos modelos cotados para o Brasil, com apresentação prevista para este ano.

De Las Vegas, Nevada - EUA
Viagem à convite da Ford do Brasil

Galeria: Ford F-150 EV Protótipo