Parceria tem como objetivo reduzir custos e não foi afetada pela emergência do Covid-19

Mesmo diante dos atrasos de cronograma provocados pela emergência do coronavírus, a Volkswagen e a Ford seguem adiante com seu plano para estabelecer uma grande parceria em vários segmentos da tecnologia. 

Segundo apurou o site Automotive News, fontes próximas às duas marcas afirmam que as negociações seguem firmes e espera-se que um acordo seja fechado até o final do mês que vem. Basicamente, ambas as empresas reconhecem a necessidade de compartilhar os pesados investimentos necessários ao desenvolvimento de carros autônomos e elétricos, principalmente após os estragos causados pela pandemia na indústria automotiva. 

Galeria: Volkswagen plataforma MEB

Pelo acordo, a Volkswagen irá investir cerca de US$ 2,6 bilhões na startup de veículos autônomos Argo AI, que segue prevista ainda para o primeiro semestre, de acordo com a Ford. Por sua vez, a empresa do oval azul sofreu um forte impacto pela pandemia, atrasando para 2022 o lançamento comercial de robotaxis e sistema de entrega sem motorista nos Estados Unidos.

"A Argo agora é oficialmente uma empresa de plataforma tecnológica", disse o CEO e co-fundador da Argo, Bryan Salesky, em entrevista coletiva na última sexta-feira em Nova York.

Entre os objetivos da Ford também consta a pretensão de produzir pelo menos um veículo de massa baseado na plataforma flexível MEB da Volkswagen, com 600 mil unidade produzidas em um período de seis anos. Além disso, também há planos para o segmento de veículos comerciais leves, picapes e vans de médio porte que estão programadas para chegar ao mercado a partir de 2022.

Fonte: AutoNews