Empresa é a única do setor automotivo a receber a certificação Energy Star na América do Sul

  • GM é a única empresa do setor automotivo a receber a certificação Energy Star na América do Sul
  • Cinco fábricas da GM na América do Sul possuem certificação ISO 50.001, que atesta a gestão eficiente de energia

Mesmo com o crescimento contínuo das operações ao longo dos últimos anos, a GM conseguiu reduzir em 56% o consumo médio de energia por unidade produzida em suas fábricas na América do Sul entre 2003 e 2019, e é a única empresa do setor automotivo reconhecida com o prêmio Energy Star Challenge for Industry na região.

Em mais uma iniciativa da empresa norte-americana rumo a um futuro com zero emissão, a conquista do prêmio agora contempla as unidades localizadas em São José dos Campos (SP), no Brasil, e de Rosario, na Argentina. Elas se juntam às fábricas de Gravataí (RS), São Caetano do Sul (SP), Mogi das Cruzes (SP) e Equador, que já receberam o reconhecimento.

Galeria: Chevrolet Bolt - Testado no Brasil

Energy Star

Organizado pela EPA (Agência de Proteção Ambiental dos EUA), a certificação Energy Star afere as métricas de consumo de energia e concede um selo de excelência às fábricas que conseguem reduzir seu gasto por unidade produzida em pelo menos 10% em até cinco anos. O complexo de Rosário reduziu o consumo em 10,4% entre 2017 e 2019 e a fábrica de estamparia do Complexo Industrial de São José dos Campos diminuiu em 24,3% no mesmo período.

Glaucia Roveri, gerente de Energia e Utilidades da GM América do Sul, comentou:

"O consumo por unidade produzida está entre os principais indicadores de eficiência energética na indústria automotiva. A GM é a única empresa do setor que recebeu o prêmio Energy Star Challenge Award na América do Sul. Mais do que um orgulho para nós, isso representa o comprometimento que a GM tem com um futuro de zero acidente, zero emissão e zero acidente"

Galeria: Fábrica do Chevrolet Bolt - GM Orion Plant